Chuvas fazem o preço do tomate disparar na Capital

As fortes chuvas que castigam todo país refletem diretamente no bolso do consumidor. No Acre, o tomate se transformou no grande vilão da cesta básica. Nos últimos 10 dias o produto já mudou de preço pelos menos três vezes.

A maior alta foi registrada na semana passada, quando chegou a ser comercializado a R$ 5,80 o q

uilo. No domingo, custava R$ 4,69 nos principais mercados da cidade e hoje, por conta das tradicionais promoções de segunda-feira, caiu para R$ 3,19.
“A gente leva o que pode mais nem se anima porque amanhã o produto já sobe de novo”, declarou a consumidora Maria das Graças Costa.

De acordo com os feirantes, os produtos que são cultivados na terra são os mais prejudicados com a chuva. Além do excesso de água, muitos caminhões não conseguem chegar até o local para realizar a colheita e o produto apodrece.

No mercado Municipal Elias Mansour, o preço tem se mantido estável em R$ 3,99, mas a qualidade do produto é bem inferior ao encontrado nas redes de supermercados. Segundo os gerentes, a escassez do produto é que determina o preço, quanto maior a procura, maior o preço.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation