Enfermeiros aceitam proposta do governo e recuam de greve

O Sindicato dos Profissionais Auxiliares e Técnicos de Enfermagem e Enfermeiros do Estado do Acre (Spate) homologou em assembléia geral, a contraproposta apresentada pelo governo, pondo fim a negociação salarial que já se estende por mais de um ano. Por se tratar de ano eleitoral, o projeto deve ser aprovado e sancionado até 180 dias antes do pleito.

O presidente do Spate em exercício, Raimundo Correia, disse que o governo se comprometeu em encaminhar o projeto à Assembléia Legislativa (Aleac), já na próxima semana, com pedido de votação em regime de urgência.

A proposta beneficia diretamente 642 Técnicos de Enfermagem e 44 Enfermeiros. Todos estavam com os salários defasados em virtude da necessidade de mudança na lei que estipulou o piso salarial da categoria.
No caso dos técnicos, o ganho varia de R$ 67,00 a R$ 90,00. No

caso dos enfermeiros, o ganho é bem maior. Eles saem de um salário de R$ 765,00 e passam a ganhar R$ 3.008,00. Para Raimundo Correia, a proposta contempla os interesses da categoria e por isso aprovada por unanimidade.

Além deles, a categoria dos trabalhadores em Saúde, também resolveu entrar num acordo com o governo e aceitar a proposta de reajuste de 10% para nível superior e 35% para nível médio. No entanto, não foram atendidos na insalubridade de 20% e/ou complexidade que reivindicavam.

 

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation