Vacinação contra H1N1 começa na segunda

O Governo do Acre começa na próxima segunda-feira, 8, a campanha de vacinação contra a gripe Influenza (H1N1). Segundo o secretário estadual de Saúde, Osvaldo Leal, a imunização ocorrerá em cinco etapas e atingirá 352 mil 780 pessoas em todo o Estado. Vinte e sete mil doses de vacinas serão utilizadas.
Coletiva-H1N1
Cada etapa da estratégia de vacinação estará voltada a um público específico. Trabalhadores da rede de atenção à Saúde, profissionais envolvidos no combate à doença e população indígena são os primeiros da lista. Este grupo será vacinado entre os dias 8 e 19 de março.

A seguir, de 22 de março a 2 de abril, será a vez das grávidas, portadores de doenças crônicas com menos de 60 anos e crianças com idade entre 6 meses e 2 anos. A população de 20 a 29 anos de idade será imunizada entre os dias 5 e 23 de abril.

A quarta etapa será realizada de 24 de abril a 7 de maio e vai atender os idosos, a partir de 60 anos, portadores de doenças crônicas. Também no mês de maio, as crianças vacinadas na segunda etapa da campanha ganharão reforço e terão direito a mais uma dose da vacina.

Por último, será vez da população de 30 a 39 anos de idade. A vacinação desse grupo ocorrerá entre os dias 10 e 21 de maio. Durante entrevista coletiva à imprensa, ontem 5, Osvaldo Leal, reforçou a importância de a população participar ativamente da campanha.

“Essa campanha de vacinação visa contribuir para a redução da morbidade pelo vírus da Influenza H1N1 e manter a estrutura dos serviços de Saúde para o atendimento à população”, disse o secretário.

Segundo ele, as pessoas dos grupos indicados devem comparecer às Unidades de Saúde com a carteirinha de vacinação e com documentos de identidade. A vacina é contra-indicada para pessoas que tenham alergia ao ovo da galinha.

EVENTOS ADVERSOS PÓS VACINAÇÃO – O secretário frisou a importância dos eventos adversos ocorridos após a vacinação serem comunicados aos profissionais de saúde. Entre as possibilidades estão incluídos casos de infecções virais, anafilaxia, óbitos súbitos inesperados. São eventos que podem resultar desde a internação prolongada, incapacidade permanente, anormalidade congênita e até a morte do paciente.

CALENDÁRIO DE VACINAÇÃO

1ª etapa – 8 a19 março – Trabalhadores de saúde e população indígena aldeada;

2ª etapa – 22 de março a 2 de abril – Vacinação dos portadores de doenças crônicas (exceto idosos), vacinação das crianças com idade entre seis meses e menos de dois anos e vacinação das gestantes;

3ª etapa – 5 a 23 de abril – Vacinação da população adulta de 20 a 29 anos;
A população dessa faixa etária deverá apresentar documento de identificação com foto para comprovação da idade e Caderneta de Vacinação (se possível);

4ª etapa – 24 de abril a 7 de maio – Vacinação da população com mais de 60 anos com doenças crônicas;
Esta etapa coincidirá com a campanha nacional de vacinação dos idosos contra a influenza (gripe comum), sendo que aqueles idosos que são portadores de doenças crônicas tomarão as duas vacinas;

5ª etapa – 10 de maio a 21 de maio – População de 30 a 39 anos.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation