Caminhão da SEAPROF é usado para transportar bebidas de Brasiléia para Assis Brasil

Um caminhão modelo Ford, placas brancas MZW 4812, recém doado e adaptado para transportar colonos e produção agrícola, pela Secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (SEAPROF), que por sua vez repassou à Região há poucos dias, está sendo usado para outras finalidades.

cbebidas

A aquisição do mesmo foi feito através de convênio do Governo do Acre, Federal e Suframa e custou aos cofres público, cerca de R$ 150 mil reais. Fato que deve ser apurado pelo Ministério Público Estadual.

Segundo foi apurado, o mesmo foi conveniado à  Associação dos Moradores e Produtores do Projeto de Assentamento Agroextrativista Santa Quitéria – AMPAESQ -, localizada no Km 62 da Estrada do Pacífico, destinado para os serviços acima citados.

Também relatam que esta não seria a primeira vez que usam o veículo para o uso particular sendo cobrado frete. O flagrante aconteceu na manhã desta sexta-feira, dia 26, quando moradores fotografaram o desembarque dos produtos.

O jornal oaltoacre.com entrou em contato com o gerente da SEAPROF na cidade de Brasiléia, Luis Fernando, que por sua vez, disse que já haviam sido alertados sobre o acontecido e providências cabíveis estão sendo tomadas.

Segundo Luis, a SEAPROF irá solicitar a devolução do veículo pelo fato de não está sendo usado para a sua real finalidade, que é ajudar quem precisa e sem cobrar frete. (O alto Acre)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation