TSE reconsidera decisão e mantém cassação de Nilson Areal

Ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Félix Fischer voltou atrás na decisão sobre o “Caso das telhas” e manteve cassação

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Félix Fischer, voltou atrás na decisão a favor do prefeito de Sena Madureira, Nilson Areal (PR) e de seu vice, Jairo Cassiano, e manteve, nesta quarta-feira, 24, a cassação de Areal.

Por telefone, Areal informou à reportagem que o ministro reconsiderou sua decisão no “Caso das Telhas”, no qual o ex-prefeito é acusado de compra de votos. No dia 11 de fevereiro, Félix Fischer acolheu o Recuso Especial interposto por Nilson Areal, justificando não haver ligação entre as doações e a intenção de compra de votos pelo então candidato Nilson Areal:

“Em relação aos dois primeiros fatos, suposta doação feita às irmãs Ana Paula e Ana Maria e ao senhor Sebastião Freire, o v. acórdão não circunstanciou o especial fim de obtenção de voto. Em relação ao terceiro fato, fundamenta-se na dedução de que não se pode acreditar que o citado cabo eleitoral tenha fornecido a referida quantia por simples bondade, justamente às vésperas da eleição”, argumentou o ministro na época.

Agora, o processo deve ser apreciado por outro relator, mas a defesa de Nilson e Jairo deve entrar com recurso nos próximos três dias. (Agazeta.net)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation