Gazetinhas 04/04/2010

* Cidade vazia, vazia.

* Muita gente aproveita esses feriadões para visitar os parentes que ficaram nos municípios.

* A propósito, as empresas de ônibus ficaram devendo neste feriadão.

* Para alguns municípios, como Brasiléia e Xapuri, não colocaram ônibus suficientes para atender a demanda.

* Muitos passageiros tiveram que apelar para os táxis-lotação.

* Como concessionárias de um serviço público, as empresas precisam corrigir a falha.

* Passada a Semana Santa, o calendário será mais ou menos o seguinte:

* Na política nacional, o presidente Lula vai virar ‘bicho’ para a ex-ministra Dilma Rousseff encostar de novo no candidato tucano, José Serra.

* Na política local, está quase tudo decidido.

* Só as oposições ainda precisam resolver se vão com um ou mais candidato ao governo.

* Na Frente Popular, tudo acertado: senador Tião Viana para governador; Jorge e Edvaldo Magalhães para o Senado.

* A revolta dos ‘nanicos’ parece que já acabou.

* A previsão, tanto a nível na-cional como nos estados, é a de que haverá problemas sérios com a Justiça Eleitoral.

* Por conta de uma legislação eleitoral remendada, falha, capenga, a rigor, os candidatos ainda não podem fazer campanha aberta.

* O TSE já multou o presidente Lula duas vezes.

* Aqui no Estado também já há ações contra alguns candidatos.

* Anotem aí: a corda vai esticar.

* Muitos comentários sobre a estátua gordinha colocada na rampa da Maternidade Bárbara Heliodora.

* Algumas línguas de trapo inclusive fazendo comparações maldosas.

* Dim fecha a matraca.

* Cena da cidade: nove da noite de sexta-feira, enquanto cidadãos de bem velavam um parente na capela aqui na Av. Antônio da Rocha Viana, um motoqueiro passa; pára;

* com uma barra de ferro quebra o vidro de um carro estacionado; pega a bolsa no banco traseiro e sai em disparada.

* Além de perder um ente querido, a dona do carro vai ter um prejuízo e tanto.

* Está demais, está demais, está demais.

* Muita chiadeira nos dias da Semana Santa de consumidores que foram ao mercado.

* Não contra o preço do peixe, que até estava barato, mas olha só: contra o preço do cheiro verde.

* Um macinho fureca, com meia dúzia de cebolinha de palha e alguns raminhos de salsa, estava custando R$ 1,00.

* Sessentões que foram ao aniversário da filhona Maíra e a amiga Walédia se esbaldaram com a temática dos anos oitenta.

* Voltando 30 anos no tempo, as mulheres com vestidos baloné; os homens com os ralos cabelos untados com brilhantina. Até o Balão Mágico da Xuxa cantaram.

* Bonitinhos!

* Feliz Páscoa, leitor!  

Assuntos desta notícia


Join the Conversation