Gladson pede definição para o problema da energia elétrica

“Não vou ficar de braços cruzados enquanto não  houver o melhoramento no fornecimento de energia elétrica no Acre”.A declaração é do deputado Gladson Cameli(PP)   ao final de uma reunião que juntou o alto nível do setor elétrico  no Ministério de Minas e Energia para tratar dos apagões que voltaram a atingir o Estado. Depois de mais de três horas de discussões, o Ministério de Minas e Energia resolveu criar um grupo de trabalho para averiguar os constantes apagões elétricos no Acre, em especial na capital Rio Branco, que tem trazido prejuízos incalculáveis à população, ao comércio, à indústria e a paralisação de serviços governamentais.

gladson_cobra

 A bancada federal, representantes do governo do estado, das empresas responsáveis pelo atendimento na região, sindicalistas e empresários presentes no encontro solicitaram ainda a  imediata revisão das tarifas de energia elétrica, assim como a revisão de toda a rede de distribuição domiciliar, a custo zero para a população acreana, com investimentos na aquisição e instalação de medidores, tendo em vista as disparidades verificadas nos talões de cobrança, apresentados pela radialista e jornalista, Eliane Sinhasique.

O secretário de Energias do Ministério de Minas e Energia, Josias Araújo, garantiu que os problemas serão resolvidos; alguns deles de forma imediata e os demais dentro do prazo  ser previsto em virtude da dimensão do problema.Neste sentido, o deputado Gladson Cameli adiantou ainda que para o solucionamento definitivo do problema é necessário um esforço conjunto de todas as entidades envolvidas,o que implica na instalação do novo Linhão, na garantia e melhora da qualidade do atendimento,na aquisição de  novos equipamentos do setor e sobretudo no barateamento da tarifa,” o que pode exigir uma revisão nos critérios de elaboração da tarifa e a tributação incidente .

O parlamentar acreano foi  integrante da CPI da Energia Elétrica da Câmara dos Deputados e  um dos responsáveis pela audiência pública realizada em Rio Branco acerca dos problemas de tarifa e falta de energia elétrica.Ele voltou a exigir das empresas responsáveis pelo setor no Estado uma solução definitiva para um problema que se tornou crônico e  especialmente grave para a população de baixa renda,”que no final é quem acaba levando o maior ônus de um problema que afeta toda a população”.Por fim,o deputado reivindicou a mesma atenção para os usuários do Programa Luz para Todos,”que também vem sofrendo as mesmas agruras e esperam uma solução imediata”.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation