Moradores de Campinas vão às ruas pedir esmolas

Os moradores de Vila Campinas (distante 70 km da Capital) prometem ir às ruas pedir esmola em protesto às precárias condições da localidade. A peregrinação em busca de doações vai percorrer pelo menos dez ramais e pode se estender até a rodovia BR-364. A informação é do professor Gildomar Oliveira Gomes, o Charqueiro, membro permanente da Comissão Pró-Campinas Município.

Campinas é distrito de Plácido de Castro, mas segundo Charqueiro a vila não vem recebendo a atenção devida por parte do município. Para comprovar suas declarações, ele protocolou ontem nos Ministérios Públicos Estadual e Federal, CDs com pelo 200 fotografias, retratando as precariedades do local.
“As ruas estão intrafegáveis, mais de 90% foram invadidas por mato, lixo e os mais diversos entulhos. A falta de saneamento básico tem causado inúmeros casos de doenças”, protesta Charqueiro.

Ele aguarda com entusiasmo o resultado da visita feita à Assembléia Legislativa (Aleac), no mês passado, em busca de apoio para a realização do plebiscito que pode elevar a vila a condição de município. A comissão também pede em regime de urgência uma investigação nas contas da prefeitura de Plácido de Castro.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation