Prefeitura realiza capacitação de técnicos que atuam no Plano de Redução de Riscos

Recursos são de R$ 400 mil e foram liberados pelo Ministério de Minas e Energia

Reduzir os riscos de desmoronamentos, enchentes e alagamentos. Este é o principal objetivo do Plano de Redução de Riscos do município de Rio Branco que está sendo desenvolvido em parceria com a Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM) de Manaus, do Ministério de Minas e Energia e governo do Estado.

curso_1

Na manhã desta terça-feira, técnicos de diversos órgãos do município de Rio Branco e do governo do Estado participaram de mais um treinamento de capacitação do plano, desta feita para dar início à elaboração dos projetos e obras a serem realizados nas áreas de maior risco da Capital.
O projeto está sendo elaborado com base no Plano Diretor de Rio Branco; delimitando as áreas mais suscetíveis de enchentes e deslocamentos de terra. O projeto permite que a prefeitura de Rio Branco adote medidas que consigam prevê os fenômenos evitando, dessa forma, danos à população que reside nessas áreas.

Segundo o secretário Municipal de Desenvolvimento da Gestão Urbana, Zé Otávio, “Com o Plano Municipal de Redução de Risco de Rio Branco, buscamos reduzir o perigo das áreas alagadiças ou com possibilidades de desmoronamentos”, explicou.

A capacitação está sendo feita pelo geólogo Marco Oliveira, superintendente do Serviço Geológico do Brasil em Manaus. Segundo ele, o objetivo é preparar a equipe de técnicos para a segunda fase do projeto, a ser realizada em junho, que é o mapeamento detalhado das áreas de risco geológico.
“Começamos esse trabalho em 2007, com o mapeamento geral da cidade e agora vamos dar início ao mapeamento detalhado caso a caso, identificando áreas e casas que precisam ser removidas, obras a serem realizadas. Até o final do ano, estaremos com o orçamento e os projetos dessas obras concluídas”, disse Oliveira.

Os recursos orçados para o planejamento são de R$ 400 mil e foram liberados pelo Ministério de Minas e Energia. Serão investidos inicialmente na área do Papôco, que apresenta níveis acentuados de deslizamentos. O restante da quantia será utilizado nas áreas alagadiças.
O Plano Municipal de Redução de Riscos do Município de Rio Branco vai atuar sob três aspectos, que envolvem o zoneamento, o cadastramento e a determinação do grau de risco. As propostas envolvem a capacitação dos engenheiros, geólogos. (Ascom PMRB)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation