Pular para o conteúdo

Caseiro de fazenda é morto a golpes de faca

O caseiro Francisco Alves Batista, 64 anos, foi encontrado morto dentro do quarto da sede da fazenda Buriti, localizada no km 42 da BR-364, sentido Rio Branco/Porto Velho.
Caseiro
Segundo informações do médico Edmo, proprietário da fazenda, Francisco prestava serviço na propriedade há pouco mais de um mês, e neste período já havia conquistado a confiança do patrão. Há cerca de 8 dias, o gerente da fazenda teria contratado um rapaz conhecido apenas pelo nome de Renildo para auxiliar o caseiro nos trabalhos da fazenda.

No domingo, 18, o proprietário da fazenda passou o dia na companhia dos empregados, saindo de lá  no período da noite e deixando o caseiro Francisco e o novo empregado Renildo. E como de costume, ele avisou que retornaria na quarta-feira, 21, para levar mantimentos para os funcionários e insumos para a fazenda.

Na quarta-feira, 21, ao chegar na fazenda, o proprietário achou estranho a porteira estar aberta e os animais domésticos soltos, mais estranho ainda não ter encontrado nenhum dos funcionários (Francisco e Renildo).

Quando abriu o quarto onde dormia Francisco levou um susto ao encontrá-lo morto em cima da cama, os cômodos da fazenda  revirados e na cozinha e área externa garrafas de bebidas alcoólicas e duas galinhas mortas.

Imediatamente, comunicou a polícia que foi ao local e constatou que aparentemente o crime tenha ocorrido há mais de 24 horas devido ao elevado estado de decomposição do corpo.

Peritos do Instituto Médico Legal (IML), ao realizarem a perícia no local, confirmaram que a morte do caseiro supostamente tenha ocorrido entre à tarde ou noite de segunda-feira, 19.

Para a polícia, o principal suspeito de ser o autor do crime é o novo funcionário apenas identificado pelo nome de Renildo, já que ele desapareceu da fazenda levando todos os seus pertences.