PMDB vai manter chapa própria, diz Flaviano

O presidente regional do PMDB, deputado federal Flaviano Melo, afirmou na manhã de ontem, 9, que as candidaturas de Rodrigo Pinto, ao Governo do Estado, de João Correia e Geraldinho Mesquita ao Senado, estão mantidas. Ele assegurou que o partido não vai abrir mão de apresentar uma chapa própria para firmar acordos com as demais siglas da oposição.
Flaviano-melo
Flaviano Melo disse que, por duas vezes, foi procurado por membros da executiva nacional do PSDB para uma aliança no Acre e que apenas ficou aguardando uma decisão. Para ele a união dos outros partidos da oposição, em torno das candidaturas de Tião Bocalom e Sérgio Petecão, não muda os planos do PMDB para as próximas eleições.

“O PMDB já tinha decidido apresentar sua chapa própria. Fomos convidados pelo PSDB nacional para uma aliança aqui no Acre. Mas como eles optaram por uma aliança com os outros partidos, estamos tranquilos e continuamos nossa caminhada. Claro que considero estranha a atitude que eles tomaram, mas isso não atrapalha nossos planos”, afirmou.

Afirmando que não está com “sentimento de traição” e que o foco principal é a candidatura de Rodrigo Pinto ao Governo, Flaviano Melo deixou claro que o PMDB acreano ainda não decidiu se vai apoiar José Serra para presidente da República.

“Em 2008 caminhamos juntos com o Petecão. Demos total apoio. Mas agora ele escolheu caminhar com o Tião Bocalom. Mas não estamos com sentimento de traição. Sobre o apoio à candidatura de Serra, ainda vamos analisar”, disse. (Agência A Gazeta.net)

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation