Em blitz, PM testa seus alunos soldados e oficiais

A comemoração dos rio-branquenses nas ruas da Capital após os jogos do Brasil tem servido como “laboratório” para a Polícia Militar treinar e testar seus alunos dos cursos de formação de soldados, sargentos e tenentes. Em fase de formação, eles agora passam por estágios práticos para lidar com situações rotineiras de um policial. Além de preparar os homens da corporação, a ação tem servido para reforçar a segurança de pedestres e motoristas.

Blitzen realizadas em vá-rios pontos da cidade analisam as condições legais dos veículos e seus proprietários, evitando que motoristas que beberam no calor das partidas trafeguem pelas ruas. A GAZETA acompanhou ontem uma destas ações. Comandada pelo aluno-oficial Edmilson, a equipe, com base na Avenida Chico Mendes, parava veículos para checagem de licenciamento dos automóveis e habilitações dos condutores.

A blitz tinha começado às 16h, e até o momento da chegada da reportagem não tinha ocorrido nenhuma infração mais grave; apenas a retenção de um veículo por não estar com a documentação em dias. Mesmo com bafômetros disponíveis, o teste de consumo de bebida alcoólica só era realizado em condutores que apresentassem sinais de embriaguez.  

Somente na blitz visitada, 26 homens atuavam. Os policiais iriam ficar no local até às 22h. Composto por 600 poli-ciais, o curso de formação de soldados da Polícia Militar tem previsão de conclusão para o início de agosto. Os novos policiais vão reforçar o efetivo da corporação, que hoje conta com quase três mil policiais para atender todo o Acre. 

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation