Binho é eleito 1º membro honorífico do Consed

O governador Binho Marques foi escolhido quarta-feira, 23, membro honorífico do Conselho Nacional de Secretaria de Educação (Consed). A eleição, primeira do gênero desde a criação do conselho, foi realizada durante a Reunião Ordinária do Consed e anun-ciada em jantar de confraternização no Palácio Rio Branco. O título é concedido a pessoas que tenham ocupado cargo de secretário de Educação com relevantes serviços prestados ao ensino brasileiro. 

O Consed foi fundado em 25 de setembro de 1986 congregando, por intermédio de seus titulares, as Secretarias de Educação dos Estados e do Distrito Federal, e tem por finalidade promover a integração das Secretarias Esta-duais de Educação, visando o desenvolvimento de uma educação pública de qualidade. Binho agradeceu e se disse emocionado pela honraria. O Consed realiza duas reuniões ordinárias ao ano. 

O jantar precedeu a entrega do Prêmio Internacional de Liderança (International Leadership Award), uma iniciativa do Conselho Britânico no programa Liderança nas Escolas – Connecting Classrooms, em parceria com o Consed. A cerimônia foi realizada no Teatro Hélio Melo.  O Programa Liderança nas Escolas – Connecting Class-rooms é um projeto piloto que reúne educadores da América Latina e do Reino Unido com o objetivo de buscar caminhos para melhorar a qualidade da educação, dando ênfase ao fortalecimento da liderança nas escolas e ao desenvolvimento de projetos internacionais colaborativos, por meio do desenvolvimento de parcerias. O Prêmio Internacional de Liderança celebra a contribuição de líderes nas escolas da América Latina e reconhece que a habilidade de liderança e promoção da cidadania global têm impacto significativo na escola, na comunidade e em seus parceiros internacionais.

A presidente do Consed, Yvelise Arco-Verde, também agradeceu a receptividade do Acre aos educadores presentes à Reunião – cerca de 70 pessoas de todo o Brasil. “É com muita emoção que trazemos esta notícia. Mais uma vez o Acre fica na nossa história”, disse Yvelise.

Receberam a premiação os seguintes diretores: Maria Auzenira Machado, do Colégio Estadual Santa Luzia, de Aparecida de Goiânia; David Nardi, da escola Aprendizado Marista Padre Lancísio, de Silvânia; José Teodoro Coelho, do Colégio Estadual Cepa, de Anápolis; Lenice Alves Teixeira, do Colégio Estadual Jales Machado, de Goianésia; Terezinha Vitor de Lima – do Colégio Estadual Teotônio Vilela, de Goiânia – todas estas no Estado de Goiás; Antônio Fernando Santos Silva, da  Escola José Leite Barros, de Tacaimbó; Domiciana Maria de Alencar Fernandes, da  Escola Almirante Soares Dutra, de Recife; Valmira Maria de Amariz Coelho Cruz, do Colégio Professor Carlos Frederico do Rego Maciel, de Camaragibe; Lucia Souza Pereira, da Escola Marciel Pinheiro, de Recife; Maria do Carmo de Freitas, da Escola Dr. Luiz Cabral de Melo, de Paulista, todas de Pernambuco;  Neida Beduschi Silveira, da Escola Professor Honório Miranda, de Gaspar, em Santa Catarina; Alexina Santagueta Vinhola, da Escola Estadual Caramuru, da  cidade de São Paulo; Ivani Gonzales Trettel, da escola Estadual Professor Salathiel Vez de Toledo, de Itú; Mércia Aparecida da Silva Ferreira, da Escola Estadual Anecondes Alves Teixeira, de Diadema; Mi-riam Aparecida Adamoli de Morais, da Escola Estadual Professor Jethro Vaz de Toledo, de Piracicaba, todas do Estado de São Paulo; Adriana da Costa Pereira Aguiar, da Escola Estadual Presidente Costa e Silva, de Gurupi; Vita Fernandes Brito Dias, do Centro de Ensino Médio Félix Camoa, de Porto Nacional, Simone de Jesus Silva, da  Escola Estadual Onesina Bandeira, de Miracema; Maristélia Alves Santos, do Centro de Atenção Integral à Criança, de Palmas; Maria Leda Melo Lustosa, do Colégio Estadual São José, de Palmas, todas em Tocantins. (Agência Acre)

 

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation