Prefeitura cumpre compromisso com a categoria de mototaxistas

O processo de cadastramento para os cinqüenta mototaxistas sorteados dia 28 de maio, no auditório da Escola Armando Nogueira, teve início na manhã de ontem (06) e se estende até o dia 16 de julho. O local para a entrega da documentação necessária para o cadastramento é na Sede da RBTRANS, localizada na Av. Brasil, 668, Conjunto Xavier Maia.
Mototaxistas 
O procedimento adotado pela Autarquia para a realização desta etapa do processo licitatório foi de enviar convocação para o endereço residencial do permissionário habilitado, contendo data, hora e local para comparecimento, munido da documentação necessária para dar início ao processo de cadastramento junto a RBTRANS. O não comparecimento dos convocados pode implicar no cancelamento da permissão.

O objetivo do cadastramento dos permissionários sorteados para as cinqüenta vagas de moto-táxi é cumprir com os dispositivos legais para o preenchimento de vagas abertas em função de cassações, falecimentos e também em virtude do crescimento da população, suprindo a demanda de passageiros existente.

Segundo o Diretor de Transportes da RBTRANS, Ítalo César, esta fase do processo licitatório é muito importante, pois todos os documentos solicitados vão para um banco de dados dos permissionários de moto-táxi, trazendo maior segurança aos usuários que utilizam este serviço.

“Este conjunto de certidões, certificado de conclusão do curso de moto-táxi, bem como documentos pessoais e comprovante de endereço atualizado, comprovam a boa conduta dos novos prestadores de serviço que atuarão na cidade de Rio Branco”.

“A Prefeitura está cumprindo o acordado com o Sindicato, que em agenda com o Prefeito Raimundo Angelim, agradeceu o apoio dado a categoria desde o início de sua gestão e pleiteou a licitação em caráter de urgência como uma forma de atender aos anseios de muitos que atuavam na ilegalidade e estavam sujeitos a ação da fiscalização”, afirma o Diretor.

O Presidente do Sindicato dos Mototaxistas, Pedro Mourão, afirma que o processo licitatório para o preenchimento das vagas transcorre dentro da legalidade, conforme rege a Legislação Federal e a Municipal.

 “Vamos colocar mais 50 pais de família e quem sabe mais 50 condutores auxiliares para trabalhar no serviço de moto-táxi de forma honesta”, enfatizou Mourão. Segundo ele, a população pode esperar pessoas habilitadas e capacitadas, comprometidas com a melhoria dos serviços prestados e a qualidade no atendimento aos usuários.

Ao todo, segundo cadastro no banco de dados da RBTRANS existem mais de 200 permissões em aberto para registro de condutores auxiliares.(Ascom PMRB)

Mototaxistas_2

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation