Carlos Sasai assume compromisso pelo desenvolvimento do Estado

Em seu discurso de posse, o novo presidente do Sistema Federação das Indústrias do Estado do Acre (Fieac), Carlos Sasai, assumiu o compromisso de unir a instituição à sociedade acreana na luta pelo desenvolvimento do Estado e sua definitiva inserção no cenário econômico nacional.
Posse_Sasai
O evento foi realizado na noite de quinta-feira, 21 de julho, na Maison Borges. Na ocasião, seu antecessor, João Francisco Salomão, fez a transmissão do cargo ao colega de profissão desejando-lhe sucesso em sua mais nova missão.

“Hoje, venho para dar posse ao meu sucessor e o faço com muito gosto, com alegria no coração, com a consciência do dever cumprido. Sinto, com orgulho e satisfação, que a Fieac desfruta de conceito e reconhecimento por parte da sociedade e dos Poderes constituídos. Nossa palavra é ouvida, nossos pontos-de-vista são respeitados”, observou Salomão, em seu discurso de despedida.

Sasai e Salomão são dois baluartes do setor da construção civil acreana, ao qual, coincidentemente, também pertencem os presidentes da Fieac que os antecederam: Naildo Carlos de Assis, Jorge Tomás e João Albuquerque, respectivamente. “Quando vejo que todos os companheiros que me antecederam continuam presentes, com suas experiências adquiridas, contribuindo para essa nova gestão, minha preocupação por saber da enorme responsabilidade que tenho em liderar o setor industrial do Acre se atenua”, disse o novo presidente.

O empresário garantiu que, ao lutar pelo desenvolvimento econômico do Acre, incluirá temas preponderantes para este fim, como Responsabilidade Social Empresarial, Meio-Ambiente, Inovação Tecnológica e Reformas do Estado Brasileiro. “Não podemos perder a oportunidade de promover as mudanças já amplamente identificadas pela sociedade, que dependem, essencialmente, da vontade política de seus atores, dos quais nós, empresários, somos parte”, destacou Sasai.

AGENDA – Além disso, ele ressaltou a importância de se concentrar atenções nas áreas de educação, formação e qualificação de mão-de-obra, pesquisa aplicada e prospecção de mercado – a fim de se identificar o que, como e quanto o setor industrial terá que produzir para conquistar futuros clientes. “São tarefas que demandam tempo, recursos humanos e financeiros, mas que precisam ser realizadas de imediato. Esta é a nossa agenda. Uma agenda positiva para o Acre e para o Brasil. Temos consciência do papel estratégico que a indústria exerce no desenvolvimento do nosso Estado e no seu destino”, finalizou.

Autoridades como o governador Tião Viana, prefeito Raimundo Angelim, senador Sérgio Oliveira “Petecão”, bem como representantes do Poder Judiciário, empresários dos diversos setores representativos do Estado fizeram questão de prestigiar o evento.

“É uma honra poder participar deste momento. Temos o dever de olhar para a indústria com o mais absoluto respeito e reverência, porque é o setor privado que assegura o aumento do nível de emprego, da qualificação de mão-de-obra e é o futuro da nossa economia. Temos que ousar muito e acreditar muito no empresariado acreano, e que, juntos, poderemos superar os problemas matemáticos que hoje enfrentamos”, declarou Tião.

Além deles, fizeram-se presentes também os presidentes das federações das indústrias dos estados do Espírito Santo, Maranhão, Roraima, Amazonas, Alagoas, Rio Grande do Norte, Rondônia e Goiás, bem como do presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade.

“O Sistema Indústria, que congrega as 27 federações do país, vive um tempo de saudável alternância dos seus dirigentes. Esse processo democrático valoriza e revigora nossas instituições.

Sinto-me, assim, particularmente feliz em participar desta cerimônia de posse da nova diretoria da Federação das Indústrias do Estado do Acre, presidida pelo companheiro Carlos Takashi Sasai”, afirmou Andrade. “Esta Federação tem tido a felicidade de contar com competentes e dedicados dirigentes”, salientou. (Ascom Fieac)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation