Jorge faz balanço positivo do governo no 1º semestre

O senador Jorge Viana encerrou o semestre legislativo com um pronunciamento de avaliação dos trabalhos legislativos e do governo ontem. Segundo ele, o sucesso da atuação da presidente Dilma Rousseff está visível  no controle da inflação e nas medidas de equilíbrio fiscal, inclusive os cortes no Orçamento.
Jorge1607
Na opinião do senador acreano, os sobressaltos econômicos atualmente vividos pelos Estados Unidos e  países europeus, com o risco de queda na nota de crédito de suas dívidas soberanas, põem ainda mais em evidência o clima de tranqüilidade vivida pelo Brasil.

Conforme afirmou, a melhora da situação do Brasil começou no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso mas se intensificou, de forma definitiva, no governo Lula e está se consolidando na gestão de Dilma Rousseff. 

“Se entendermos o que o mundo está vivendo hoje, certamente vamos valorizar mais as conquistas que o Brasil experimenta. Vivemos hoje um momento muito especial e invejável no mundo. O Brasil concilia hoje desenvolvimento e crescimento”, acrescentou.

Jorge Viana enfatizou em seu discurso que, embora os desafios da inflação e dos resquícios da crise econômica de 2008 ainda persistam, a presidente Dilma  “tem-se mostrado à altura dos desafios do mais importante cargo da República”.

De acordo com ele, Dilma Rousseff, nesses 6 meses, conseguiu ganhar credibilidade dos que não acreditavam em seu governo graças ao seu jeito singular de governar, com identidade e com a firmeza, e por demonstrar compromisso com a estabilidade econômica do Brasil.

Para Jorge, “é  fundamental apoiarmos a decisão da presidente Dilma de fazer cortes no Orçamento e de ter uma política econômica rígida, para que não se traga de volta ao cenário econômico do Brasil uma inflação sem controle”.

Ele ressaltou como conquistas do atual governo o lançamento dos planos Minha Casa, Minha Vida 2, de construção de dois milhões de habitações populares, e do Brasil Sem Miséria. O primeiro porque dá continuidade ao plano inicial do ex-presidente Lula, de garantir a casa própria para as famílias de baixa renda e gerar mais empregos na construção civil; e o segundo, que pretende retirar da miséria 15 milhões de família, no maior empreendimento de inclusão social do mundo.

No Legislativo, o senador  apontou a aprovação da política de ganho real para o salário mínimo como o ponto mais positivo do semestre. Segundo ele, o trabalho do Senado foi muito produtivo. (Assessoria)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation