Sem medos

Com o decreto da presidenta Dilma Rousseff, criando a Zona de Processamento e Exportação (ZPE), o Acre contará com mais um valioso instrumento para, enfim, deslanchar seu desenvolvimento sustentável.

Com a ZPE, o estado poderá, embora com certo atraso, dar os primeiros passos para a industrialização de seu imenso potencial de recursos naturais, visando o mercado interno, mas também as exportações.

Administrada com os devidos cuidados e competência, a ZPE poderá atrair indústrias de outras regiões do país e mesmo internacio-nais, como se está anunciando com a Johnson&Johnson, visando sempre a geração de empregos e renda, que deve ser o objetivo maior.

E não é preciso ter medo ou preconceitos contra essa nova fase de desenvolvimento, com a industrialização e mesmo com a exploração de petróleo e gás natural que também se está anunciando. Experiências bem conduzidas em outros estados e países demonstram que é possível conciliar sim a preservação ambiental com o desenvolvimento. Com a miséria é que se torna mais difícil.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation