Acusado de matar menina com tiros na cabeça se entrega, mas é liberado

LiberadoKennedy Pereira de Lima, 25 anos, “o Bocão”, acusado de matar a tiros uma adolescente de 13 anos, se apresentou ao Núcleo de Atendimento a Criança e ao Adolescente (Nucria), onde confessou à delegada Eliana Elias ser o autor dos dois disparos de arma de fogo que mataram a adolescente Ana Katrine Marques de Souza, 13 anos.

O crime aconteceu na noite do último domingo, 25, quando a menina estava no portão de casa na rua Rio Grande do Sul, bairro Aeroporto Velho.

De acordo com depoimento do acusado, ele não tinha intenção de matar ninguém, e que tudo começou com uma briga em um bar envolvendo um primo da vítima identificado pelo nome de Jeferson, o acusado Kennedy Lima, 25 anos, Antonio Gerônimo, 35 anos e Rafael Henrique, 27 anos.

Após a discussão que evoluiu para luta corporal, os três amigos Kennedy, Antonio e Rafael, foram ao bairro Sobral, onde Kennedy pegou uma arma e retornaram ao bar, quando teriam visto Jeferson e Kennedy começaram a atirar, matando a adolescente que foi atingida com dois tiros na cabeça, tendo morte instantânea.

“Não tinha a intenção de matar ninguém, retornamos somente para intimidar o Jeferson e acho que atirei porque estava sob efeito de bebida alcoólica, mas estou muito arrependido,” disse Kennedy.

Após prestar depoimento, o acusado foi liberado, porque segundo a delegada Eliana Reis, ele não foi preso em flagrante e não existe Mandado de Prisão contra ele.

“Infelizmente a legislação do Código Penal Brasileiro não permite que nenhum cidadão seja preso fora de flagrante ou sem mandado de prisão, mas isso não significa que não vamos prendê-los, vamos aguardar o pronunciamento da Justiça e assim que o Mandado de prisão seja expedido, os três serão presos e responsabilizados individualmente pelo crime cometido,” afirmou à delegada.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation