Programa Povo alfabetizado vai contemplar 40 mil jovens e adultos até 2014 no Estado

EducacaoHélia Benedita Souza foi uma criança como tantas outras que precisou “pegar no batente” logo cedo e não teve as oportunidades que gostaria. Não conseguiu estudar. O desejo de saber ler e escrever não foi abafado pela rotina imposta pelas dificuldades da vida e em 2003 ela decidiu estudar. Fez matrícula num curso de alfabetização para jovens e adultos e hoje, aos 46 anos, faz faculdade de Serviço Social. Ela conta a própria história para incentivar outras pessoas, que, como ela, ainda podem correr atrás dos sonhos que guardam.

Na manhã de ontem, 9, foi lançado o Plano Estadual de Combate ao Analfabetismo e Elevação da Escolaridade de Jovens e Adultos, o Povo Alfabetizado. A meta é reduzir em 8% os índices de analfabetismo no Acre até 2014.

Segundo o secretário de Educação e Esporte, Daniel Zen, os dados acreanos mostram que o esforço dos últimos dez anos foi significativo, mas ainda há um desafio grande pela frente. “Houve uma queda de 8% no índice de analfabetismo. Foi a maior queda do Norte, mas o Acre ainda é o Estado com o maior índice da região. O número é um retrato do nosso empenho: conseguimos alfabetizar 82.647 mil pessoas. Mas agora o desafio é reduzir de 16,5% para 8,17%. Temos que alfabetizar mais 40 mil pessoas até 2014”.

O governador Tião Viana não pôde participar do lançamento do Povo Alfabetizado para cumprir agendas ministeriais em Brasília. “Eu tenho convicção que vamos vencer esse desafio. Só  hoje são 13 mil alunos que vão começar a ser alfabetizados. Nesses últimos dez anos nós conseguimos baixar em 8% o índice de analfabetismo, graças a muito esforço e ao trabalho extraordinário com os nossos parceiros, as associações, os sindicatos, Ongs e igrejas. E vamos continuar contando com esse apoio de vocês para vencer esse desafio”, disse o vice-governador César Messias.

O desafio proposto é o de contribuir no processo de alfabetização de 40 mil pessoas, sendo 15 mil em 2012, 13 mil em 2013 e 12 mil em 2014, além de garantir a conclusão do curso de alfabetização de, no mínimo, 75% dos jovens e adultos matriculados no Programa Brasil Alfabetizado e no Módulo I do 1º segmento da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Para ter sucesso nas ações, serão firmadas parcerias entre o Governo Estadual e os governos municipais, contando com o apoio da sociedade civil e dos co-participantes nos processos educacionais e pedagógicos no Acre. (Agência Acre)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation