Rumos Itaú Cultural lança três editais e inova com Moda e Design

Formação, produção e difusão. Com esta proposta o Programa Rumos Itaú Cultural, que chega ao seu 15º ano, lançou na última segunda-feira, 16, na sede do instituto em São Paulo, três novos editais: Cinema e Vídeo, Dança e, pela primeira vez, Pesquisa em Moda e Design. “O Rumos não é um prêmio. É um processo profundo de formação, difusão e articulação. Essa é a nossa compreensão do programa”, ponderou o diretor superintendente do programa, Eduardo Saron, durante coletiva de imprensa para jornalistas de todo país.
Rumos-Itau1Diretor do programa, Eduardo Saron (terceiro à esquerda) anuncia novos editais, em coletiva de imprensa
No ano passado, o artista acreano Ueliton Santana foi contemplando no programa Rumos Artes Visuais. Já o Rumos Música contemplou a banda da terra Los Porongas, 2007/2009, na categoria Mapeamento, e Zé Jarina, na Carteira Coletivo – primeira edição, em 2010.  Em 15 anos de atuação, o programa Rumos recebeu mais de 24 mil inscrições e levou a obra dos selecionados a cerca de 5 milhões de pessoas em todo país.

Saron lembra que 10 editais do programa Rumos Itaú Cultural estão em andamento. “Todo ano temos novos editais. Uma das forças do Rumos é a previsibilidade. Dialogar com o mundo da cultura de maneira previsível. Isso significa que nós podemos conseguir com que cada vez mais agências, produtores, artistas e pesquisadores se mobilizem ou sejam mobilizados aos novos encontros. A previsibilidade é algo que nós preservamos com muita firmeza”, acrescenta Saron.

O orçamento do programa Rumos Itaú Cultural tem crescido a cada ano. A previsão para este ano é de R$ 10,5 milhões, R$ 2,5 milhões a mais que no ano passado, quando foram investidos R$ 8 milhões.

Rumos-Itau2Selma Cristina, gerente do Centro de Documentação
Moda e Design
O edital inédito Pesquisa em Moda e Design vem com o intuito de incentivar trabalhos acadêmicos (com foco nos trabalhos escritos), sobretudo, teses e dissertações na área de moda e design, com olhar nas cadeias produtivas do setor. “Seja desde o processo de produção até questões de capacitação profissional, arrojos criativos e consumo final dessa produção. Apesar de o Brasil ter a 5ª indústria da moda do mundo, ainda tem uma participação pequena no setor criativo”, lembra Selma Cristina da Silva, gerente do Centro de Documentação e Referência.

Neste edital poderão se inscrever pessoas físicas, maiores de 18 anos, brasileiros natos ou naturalizados, residentes no Brasil, ou estrangeiros com residência fixa no Brasil há mais de 2 anos. As inscrições são gratuitas e vão de 17 de abril até 13 de julho de 2012. A lista de contemplados será divulgada até 20 de dezembro por meio do site www.itaucultural.org.br

Dez pesquisas acadêmicas concluídas ou em andamento serão selecionadas (5 em cada carteira), com aporte financeiro de R$ 10 mil.

Rumos-Itau3Banda Los Porongas foi contemplada pelo Rumos Música (2007/2009); Artista Ueliton Santana, no Rumos Artes Visuais em 2011 e Zé Jarina em 2010, na Carteira Coletivo
Dança
Rumos-Itau4Sônia Sobral, gerente do Núcleo de CênicasO programa Rumos Dança chega à sua quinta edição com o compromisso de apoiar a formação de dança no Brasil. Nesta edição, foram criadas três novas carteiras, com a novidade de Dança para Criança. “Queremos estimular os criadores a pensar na linguagem e na dramaturgia da dança para o universo infantil”, destacou Sônia Sobral, gerente do Núcleo Cênicas.

A segunda carteira, Formadores, tem o objetivo de estimular artistas maduros ou projetos que formam ou qualificam outros artistas. A terceira carteira, Residência para Criação é voltada para jovens criadores que querem aprender com os seus pares. “A questão da formação sempre foi determinante em qualquer Rumos”, acrescenta Sônia.

A edição deste ano deixa de ser exclusivamente a dança contemporânea e privilegia iniciativas desenvolvidas dentro do âmbito institucional e que não apresentem apelo comercial ou apoio financeiro estável.
Apenas maiores de 18 anos poderão se inscrever, brasileiros natos ou naturalizados, estrangeiros com carreira artística desenvolvida no Brasil, com residência fixa há mais de 2 anos no país. O prazo para finalizar a seleção é setembro de 2012 e o resultado será comunicado, por e-mail ou telefone e ainda por meio do site www.itaucultural.org.br/rumos .

Na carteira Dança para Crianças, até 7 projetos/pesquisas serão selecionados, com aporte financeiro de R$ 28 mil, para projetos de solos e duos, R$ 38 mil para projetos de trios e grupos de 4 integrantes e R$ 50 mil para projetos de grupos a partir de 5 integrantes.

Na carteira Formadores, podem se inscrever apenas profissionais cujos projetos já atuam, de forma continuada em contextos locais há mais de 4 anos. Aqui, serão selecionados até 7 projetos, com aporte financeiro de R$ 36 mil.

Na carteira Rumos para Residência, também serão selecio-nados até 7 projetos/pesquisas, com aporte de R$ 28 mil.

Já a Carteira Desenvolvimento de Pesquisa para Criação é voltada para criadores com uma trajetória profissional já reconhecida nacionalmente ou em seus contextos locais. Serão selecionados até 14 projetos/pesquisas, que receberão aporte de R$ 28 mil em projetos de solos e duos; R$ 38 mil projetos de trios e grupos de quatro; e de R$ 50 mil projetos de grupos a partir de cinco integrantes.

As inscrições gratuitas começaram na última terça, 17, e seguem até o dia 13 de julho deste ano e devem ser feitas exclusivamente pelo site www.itaucultural.org.br

Rumos-Itau5Claudiney Ferreira, do Núcleo Audiovisual e Literatura
Cinema e Vídeo
O Programa Rumos Itaú Cultural Cinema e Vídeo está na sua 7ª edição e segue a proposta da edição anterior com a expansão de sua área de ação para além do campo do documentário. “Desde o início o Rumos Cinema e Vídeo mantém essa pegada de fomento, apoio e correlação”, destaca Claudiney Ferreira, gerente do Núcleo Audiovi-sual e Literatura.

Dessa forma, com o objetivo de trabalhar a experimentação, Rumos Cinema e Vídeo apresenta 3 categorias: Documentário para Web, Filmes e Vídeos Experimentais e Espetáculo Multimídia (os 2 últimos com inscrições abertas apenas para pessoas jurídicas de direito privado e com sede no Brasil).

Para a carteira Documentário Web, a inscrição pode ser feita por pessoa física, com idade entre 16 e 18 anos (modalidade A) e 18 e 25 anos (modalidade B).

Na modalidade A, os trabalhos audiovisuais devem ter sido realizados em 2011 de autoria de cada inscrito, em formato DVD, com duração máxima de 20 minutos. Nesta modalidade o aporte financeiro é de 2,5 mil.

Na modalidade B, o projeto deve levar em consideração a exibição em janela de web 480X360 e tela cheia. Nessa modalidade serão contemplados até 10 projetos de até 10 minutos cada. Os contemplados receberão um aporte financeiro de 25 mil.

A categoria de Filmes e Vídeos Experimentais vai contemplar filmes e vídeos que proponham, obrigatoriamente, experimentações de linguagem. Os projetos podem ter três formatos:

Até 15 minutos, o aporte financeiro é de até R$ 35 mil;  de 16 a 30 minutos, o orçamento é de até R$ 55 mil; de 31 a 54 minutos, o orçamento chega a até R$ 90 mil.

Na categoria Espetáculos Multimídia os projetos terão orçamento com valor máximo de até R$ 90 mil.

As inscrições para seleção do programa devem ser feitas no período de 17 de abril a 13 de julho deste ano, gratuitamente. O resultado será comunicado ao contemplado por telefone ou e-mail até o dia 10 de outubro.

Também estará disponível por meio do site www.itaucultural.org.br.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation