Servidores da Ufac param, em adesão a ato nacional

A-tonFuncionários técnico-administrativos da Ufac paralisaram suas atividades durante 24h. O movimento aconteceu ontem (25). Os servidores aderiram ao Dia Nacional da Luta, no qual servidores federais de todo o Brasil reivindicaram melhorias.

Segundo Robson Mendonça, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do 3º Grau do Acre, a paralisação foi realizada por conta da falta de cumprimento das reivindicações. “Atendendo a uma orientação da Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores das Universidades Brasileiras (Fasubra), aderimos à paralisação. Desde 2011, os governos não apresentaram propostas para reposição salarial, o que nos deixou uma perda de 20%. Acordos assinados desde 2005 também não foram cumpridos. Até o dia 31 de julho, o governo precisa encaminhar uma proposta garantindo recursos para o próximo ano”.

Outra questão em pauta foi a da realização de concursos públicos. “Precisamos de mais contratações. Mais de 300 servidores da Ufac já se aposentaram, mas só houve a contratação de pouco mais de 120 novos. Estamos trabalhando dobrado. Além disso, precisamos da racionalização dos cargos, que é o conhecimento das categorias”, afirmou Robson.

No último dia 24, 31 entidades nacionais participaram da Campanha Salarial 2012. “As entidades se reuniram no fórum nacional para debater o reajuste linear de 22%, proposto em 2007 e que não foi cumprido pelo Governo Federal. Iremos realizar agora uma contraproposta e enviar esta semana”, disse Charles Brasil, diretor da Federação dos Sindicatos das Universidades Brasileiras (Fasubra).

Caso as propostas não sejam acolhidas, uma greve está prevista para os próximos meses, como explica Charles. “No dia 17 de maio, será realizada uma marcha, em Brasília, com a presença de 40 mil funcionários federais do país. Nos dias 8 e 9 de julho, uma reunião será realizada com o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, para apresentarmos nossas propostas. Caso não seja resolvido, iremos deflagrar a greve”, finalizou ele.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation