Senador Jorge Viana lamenta a derrota da reforma administrativa em comissão do Senado

O senador Jorge Viana (PT) criticou, ontem, 18, da tribuna, a decisão da maioria dos membros da Comissão de Justiça de rejeitar duas propostas de reforma administrativa do Senado. Com o resultado, deixaram de existir as propostas de modernização da Casa.

“Esta foi a pior decisão e põe por terra tudo que fizemos. Agora não temos proposta para fazer a reforma. Fiquei sem almoçar para participar da reunião, votei a favor da proposta do senador Benedito de Lira (PP/AL), que representava uma economia de gastos de R$ 155 milhões por ano, derrotada pela maioria. Votei, em seguida, pela proposta alternativa do senador Ricardo Ferraço (PMDB/ES), que propunha uma economia de R$ 187 milhões e também foi derrotada”, disse o senador.

Jorge Viana lamentou que tenha sido relegado todo o trabalho feito pelos senadores para dar uma resposta à opinião pública. “Entendo a preocupação dos que querem uma reforma ainda mais ampla, mas, se tivéssemos aprovado uma das duas propostas hoje, estaríamos dando um passo importantíssimo para iniciar as mudanças na Casa e dar uma satisfação à opinião publica”, acrescentou.

De acordo com o representante do Acre, o Senado precisa dar ouvidos aos reclames da sociedade. “Mesmo que não encontremos uma oposição mais definitiva, devemos começar o processo de valorização do Senado, de modernização dos seus serviços e de combate ao desperdício. Vários senadores querem fazer política com transparência”, completou. (Assessoria)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation