Cinquenta igrejas recebem títulos de regularização fundiária em Rio Branco

ENtrega de títulos para líderes religiosos - OL 5O Governo do Estado, por meio do Instituto de Terras do Acre (Iteracre), em parceria com a prefeitura de Rio Branco e o cartório, entregou nesta quinta-feira, 30, títulos definitivos a 50 igrejas da Capital. A solenidade reuniu representantes religiosos para o evento, que foi considerado um marco na história da regularização fundiária.

Levando em consideração o papel social desenvolvido pelas igrejas, o Governo do Estado buscou beneficiar essas comunidades religiosas. A regularização será dividida em etapas. Neste primeiro momento, apenas 50 espaços serão contemplados, um investimento equivalente a R$ 700 mil. De acordo com o Iteracre, cada propriedade economizou cerca de R$ 15 mil de taxas e tributos. Estima-se que existam cerca de 1.500 igrejas sem o título definitivo no Acre.

De acordo com o padre José Asfury, a ação é um dever do Estado. “É uma dívida que eles têm com as nossas igrejas, que vem segurando as pontas de tantos problemas e dificuldades, sempre buscando a dignidade da nossa gente. É um passo de respeito e consideração com as igrejas que vem fazendo um bem tão grande à sociedade”, declara.

Para o pastor da Igreja Batista Liberdade, Rodson Souza, o apoio incentivará os trabalhos sociais já desenvolvidos pelos ministérios religiosos. “Isso aqui nunca aconteceu na história do Brasil república, onde o Governo do Estado contempla igrejas evangélicas entregando o título definitivo. Isso tem gerado muita alegria, pois este documento é como uma certidão de nascimento. A comunidade comemora esse ato do governador Tião Viana”. (Foto: Odair Leal/ A GAZETA)


Assuntos desta notícia


Join the Conversation