Pular para o conteúdo

Investidor da TelexFree se acorrenta em frente ao Forum

O catarinense Aerci Areal OLM se acorrentou nesta manhã de quarta-feira, 15, em frente ao Fórum Barão do Rio Branco, com o objetivo de sensibilizar a justiça acreana em favor dos divulgadores da Telexfree. Aerci garante que pretende ficar preso, sem comer e sem beber, até que a Justiça libere o dinheiro investido por ele na empresa impedida de operar no Brasil.

Aerci Areal era locutor em sua cidade e investiu aproximadamente R$ 36 mil na Telexfree, quatro meses antes de a empresa ser bloqueada pela Justiça do Acre. Outras caravanas chegam a qualquer momento.

“Queremos a liberação dos investimentos daqueles que não tiveram lucro ou retorno com os investimentos aplicados. Só vou sair daqui desacordado ou até que a situação se resolva”, explica o catarinense.

A proposta de devolução dos valores, foi encaminhada no TAC, elaborado pelo advogado Roberto Duarte Jr, mas, segundo diretor da empresa, Carlos Costa, a Promotora do Caso, Alessandra Marques, não aceitou.

A promotora de Defesa do Consumidor do Ministério Público Estadual (MPE), Alessandra Marques, negou que tenha sido rejeitado um acordo com a Telexfree, que previa devolver o dinheiro dos investidores, como revelou o diretor da empresa, Carlos Costa.

Em nota de esclarecimento, Alessandra Marques afirmou que as informações são falsas, e que a proposta de acordo partiu do MPE durante a audiência de conciliação realizada no ano passado. (Fotos: Odair Leal/ A GAZETA)

TelexFree-OLTelexFree-OL 6