Sem clube e sem emprego, Gessé vira estudante e aguarda lista do Puskas

Gessé aguarda lista do prêmio de gol mais bonito
Gessé aguarda lista do prêmio de gol mais bonito

A Fifa planeja divulgar em novembro os 10 nomes indicados para concorrer ao Prêmio Puskas de gol mais bonito do ano. O acreano Gessé, ex-Atlético-AC, vive a expectativa de disputar o troféu que já passou por Cristiano Ronaldo, Zlatan Ibrahimovic e Neymar. O atacante ficou conhecido após marcar um golaço, de antes do meio de campo e de primeira, na goleada por 4 a 1 em cima do Andirá. A partida foi no dia 20 de abril, no estádio Florestão, no Acre, pelo estadual. Seis meses depois, sem clube e sem emprego, Gessé vive uma rotina de estudante enquanto aguarda a lista da Fifa.

O jogador está no segundo período do curso de Educação Física, em uma faculdade particular de Rio Branco. Ele está sem clube (atuou pelo Atlético-AC no estadual e na Série D) e sem um emprego formal (chegou a trabalhar como frentista meses atrás). Hoje, é apenas estudante. E foi no intervalo da aula que encontrou um tempo para conversar com a reportagem. Ele tem esperança de que estará entre os indicados e opina sobre os possíveis concorrentes.

“Desde aquele gol muitas coisas aconteceram, mas deu uma esfriada, até porque tivemos uma Copa do Mundo. Estou tranquilo, e a expectativa é grande. Espero estar nessa lista, tenho esperança, e a confiança vai aumentar mais ainda depois que vir meu nome entre os 10 indicados. Acho que a Fifa vai levar a Copa muito em conta. Acredito que o gol do Van Persie (da Holanda) na goleada em cima da Espanha e o gol do James Rodríguez (da Colômbia), contra o Uruguai nas quartas de final são grandes concorrentes, até porque num Mundial o nível é elevadíssimo”.

O smoking, caso ele seja um dos finalistas e tenha que ir à cerimônia de gala da Fifa, já está pronto. A roupa foi doada ao jogador. O inglês ainda não é o mais avançado, mas se o nome dele for anunciado como vencedor, Gessé já tem na ponta da língua as palavras de agradecimento:
“Thank you very much” (muito obrigado, em português).

O prêmio foi criado em 2009. O primeiro vencedor foi Cristiano Ronaldo, na época jogador do Manchester United. No ano seguinte, o turco Hamit Altintop. Em 2011, o brasileiro Neymar ficou com o troféu. Na temporada passada, o sueco Zlatan Ibrahimovic fez o gol mais bonito, segundo a Fifa. O troféu será entregue em cerimônia de gala realizada em Zurique, na Suíça, no dia 12 de janeiro de 2015, com transmissão ao vivo para o mundo todo.  (Foto: João Paulo Maia)

Assuntos desta notícia