Eleição para presidência do CREA/AC ocorre no próximo dia 19

Após mais de 40 dias de indecisão, a chapa que concorrerá o pleito contra a atual administração do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado do Acre, conquistou na Justiça Federal o direito de recomeçar as campanhas interrompidas por uma denúncia de propaganda antecipada que exigia a cassação do registro da chapa, liderada pelo engenheiro João de Deus.

A categoria vai eleger os dirigentes do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), CREA/AC e Caixa de Assistência dos Profissionais dos Creas (Mútua/AC) no próximo dia 19, das 9h às 19h. São esperados quase 2,5 mil profissionais. A eleição acontecerá simultaneamente na sede do CREA, em Rio Branco, e nas inspetorias de Epitaciolândia e Cruzeiro do Sul.

O presidente eleito substituirá o engenheiro civil Amarildo Uchôa Pinheiro, que termina em dezembro seu segundo mandato, não tendo podido mais se candidatar, segundo legislação vigente.

No pleito estão duas chapas. A primeira apoiada pela atual administração e tem à frente a engenheira agrônoma Carminda Luzia Silva Pinheiro. Na outra chapa estão o engenheiro João de Deus, o tecnólogo Dixon Gomes e o engenheiro agrônomo Maryson Maia.

A chapa de oposição teve o pedido da candidatura cassada por propaganda antecipada, mas o juiz da 4ª Vara Federal, Tiago Borré, em sua decisão suspendeu a proibição e ainda destacou que numa campanha eleitoral, a propaganda antecipada não acarreta a elegibilidade ou indeferimento do registro de candidatura.

Assuntos desta notícia