Após queda na popularidade, Dilma deve se pronunciar à nação após o Carnaval

A presidente Dilma Rousseff deve fazer um pronunciamento à nação após o Carnaval para anunciar as ações do governo de combate à corrupção e defender as medidas que tem adotado em relação à Petrobras.

Segundo fontes do governo, a estratégia foi discutida em reunião no Palácio do Alvorada, nesta segunda, com os ministros da Casa Civil, Aloizio Mercadante, da Secretaria-Geral, Miguel Rossetto, das Relações Institucionais, Pepe Vargas, e da Defesa, Jaques Wagner.

Segundo as mesmas fontes, Dilma também analisa a possibilidade de conceder uma entrevista a um órgão de imprensa nesta semana.

A reunião discutiu a queda de popularidade da presidente. Os ministros entendem que essa queda foi provocada pelas denúncias de corrupção na Petrobras e ao impacto dos aumentos da tarifa de energia e do preço dos combustíveis.

Pesquisa do instituto Datafolha, divulgada no sábado, mostrou que a avaliação ótima/boa de Dilma despencou de 42% em dezembro para 23% em fevereiro. Entre os entrevistados, aqueles que a consideram ruim/péssima passaram de 24% para 44%. (Jornal do Brasil)

Assuntos desta notícia