Pular para o conteúdo

Depasa ainda não utiliza bombas flutuantes para abastecimento de água em Rio Branco

Calor e baixa umidade do ar, comuns nessa época do ano, aumentam o consumo de água potável em Rio Branco. Ao passar pelas pontes que ligam o Primeiro ao Segundo Distrito, o cenário em que se encontra o Rio Acre reforça a preocupação. Mesmo assim, o superintendente do Depasa, Miguel Félix, tranquiliza a população sobre o abastecimento de água.

O equipamento conhecido como bombas flutuantes já estão instaladas e prontas para entrar em funcionamento, garante o superintendente. “A população pode ficar tranquila sobre o abastecimento. Temos capacidade e equipamentos para colocar em ação quando for preciso. Estamos na expectativa de utilizar as bombas flutuantes no fim de agosto ou início de setembro, período em que o nível do Rio Acre estará mais baixo”, confirma.



Durante o verão amazônico em Rio Branco, o Depasa intensifica as ações contra o desperdício domiciliar. “Atualmente, seis equipes de controle de redes e adutoras que trabalham diuturnamente. Precisamos do apoio da população também para controlar o desperdício. Enquanto alguém que deixa a água derramar, outra pessoa deixa de receber o produto em casa”, explica Felix.

Em toda Capital, o superintendente ressalta que regiões como a do Montanhês e do Calafate estão passando por melhorias para garantir que a água cheguem em todas as torneiras. “Até o final de setembro essas obras serão entregues”, estima Miguel Felix.

error: Conteúdo protegido!!!