Deputado Jonas Lima diz que reforma da Previdência é prejudicial às mulheres

 O deputado Jonas Lima (PT), em pronunciamento no plenário da Aleac, na sessão de ontem, 8, voltou a comentar sobre a reforma na Previdência. Ele pontuou que a proposta que foi encaminhada pelo Governo Federal ao Congresso Nacional, no final do ano passado, afeta alguns direitos referentes às mulheres.

“Creio que no Dia Internacional das Mulheres há muito que se comemorar. Mesmo com tantas conquistas alcançadas, ainda assim, as mulheres continuam encontrando barreiras no mundo atual. Um exemplo, a reforma da Previdência”, disse Jonas ao frisar que ‘a reforma penaliza consideravelmente as mulheres’.

“Essa proposta arranca todas as conquistas que foram alcançadas pelas nossas mulheres nos últimos tempos. Trabalhar e contribuir mais ao longo de sua vida para receber uma aposentadoria, em média, menor é um absurdo”, destacou.

Jonas lembrou que a proposta também prejudica os agricultores. “A matéria também é injusta com o homem do campo. Têm mulheres que lidam na terra há anos e que hoje choram porque não terão mais a oportunidade de se aposentar, o agricultor não tem como pagar a Previdência. Nossos senadores e deputados federais deveriam se mobilizar, nós não podemos deixar que esse governo golpista maltrate os trabalhadores dessa forma. Sabemos que serão os trabalhadores os únicos que irão sofrer o impacto dessas mudanças”, finalizou.

Assuntos desta notícia