Gabinete de crise é instalado para enfrentamento da pandemia, surto de dengue e enchentes no Acre

Em decorrência da pandemia causada pelo coronavírus, surto de dengue e alagações, o governador Gladson Cameli decretou, em edição extra do Diário Oficial desta terça-feira, 16, a instalação de um gabinete de crise, composto por diversas secretarias, órgãos e instituições do Estado.

O objetivo é monitorar, mobilizar e coordenar as atividades do serviço público, visando a adoção de medidas de enfrentamento necessárias para o controle da pandemia, assim como a minimização dos agravos causados pelos surto de dengue e pelas enchentes registradas em pelo menos oito municípios acreanos: Rio Branco, Tarauacá, Sena Madureira, Santa Rosa do Purus, Cruzeiro do Sul, Porto Walter, Rodrigues Alves e Jordão.

O gabinete, instituído pelo Decreto Nº 8.028 será composto pelas Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas Públicas para as Mulheres (SEASDHM), Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Corpo de Bombeiros Militar do Acre (CBMAC), Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (Cepdec), Gabinete do Governador e Procuradoria-Geral do Estado (PGE). Toda a equipe será gerenciada pela Secretaria de Estado da Casa Civil (Sec). (Agência Acre)

Assuntos desta notícia