Pular para o conteúdo
Operação Acalento

Homem que vivia “casado” com menina de 13 anos é preso por estupro, em Porto Walter

A prisão aconteceu na manhã da última quinta,15, na casa do agressor, no Bairro Portelinha.

Com passagem na polícia por homicídio, homem mantinha relações sexuais com a adolescente. (Foto: Polícia Civil)

Um homem, de 26 anos, J. B. S. D , foi preso acusado por estupro de vulnerável na última quinta-feira,16.  De acordo com as investigações da Polícia Civil, ele viva maritalmente com uma menina de 13 anos de idade, na cidade de Porto Walter, interior do Acre. O homem mantinha relações sexuais com a adolescente e chegou a agredí-la com tapas e arranhões.

A prisão aconteceu na casa do agressor, no Bairro Portelinha. J. B. S. D  já havia passagem na polícia por homicídio e porte ilegal de arma de fogo. De acordo com os dados da Polícia, o homem também era responsável por crimes no bairro Floresta, em nome de uma organização criminosa.

Vale destacar que a Lei brasileira não permite casamento de pessoas menores de 16 anos. Segundo o Código Penal Brasileiro, estupro é: constranger alguém, por meio de violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso.

Este caso, faz parte das 24 prisões de acusados de agressão contra crianças e adolescentesefetuadas durante a “Operação Acalento”, no estado do Acre.

Acusados de agressão contra crianças e adolescentes, 24 pessoas foram presas no estado durante a “Operação Acalento”, iniciada no dia 4 de junho deste ano e encerrada nesta sexta,16.

Leia também: Polícia Civil prende 24 pessoas por violência contra crianças e adolescentes