Pular para o conteúdo
Denúncia

Polícia investiga situação de criança que foi doada pelo pai sem consentimento da mãe

A mãe, uma adolescente de 15 anos, ainda não foi localizada pela polícia, que aguarda a apresentação do pai da criança no Conselho Tutelar

A ação foi realizada com o apoio do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer). (Foto: Polícia Civil)

A Polícia Civil iniciou uma investigação na comunidade Passo da Pátria, no Rio Liberdade, interior da cidade de Cruzeiro do Sul, na manhã desta quarta-feira,15, sob demanda do Conselho Tutelar. A ação investiga o caso de uma adolescente, de 15 anos, que teve seu filho doado pelo próprio pai sem seu consentimento, caracterizando uma situação de vulnerabilidade social.

Por se tratar de um lugar de difícil acesso, a polícia contou que teve o apoio do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), com um helicóptero, mas não conseguiu encontrar a adolescente nem o namorado. O delegado Rômulo Carvalho explica que conseguiram ouvir outros moradores e o irmão do acusado.

“Foram feitas várias incursões com a aeronave e foi identificado que ocorreu sim essa situação com a criança, mas eles se mudaram para  uma região ainda mais no interior onde a aeronave não consegue chegar. Deixamos a orientação com os familiares dele para que ele se apresentasse ao Conselho Tutelar. Para levantar essa questão, nós precisamos conversar com os dois, mas conseguimos colher muitas informações relevantes para o procedimento”, explica o delegado Rômulo.

Após as investigações, foi aberto um inquérito policial para analisar o caso e responsabilizar o companheiro da vítima, e possivelmente as pessoas que receberam a criança, sem as formalidades legais, apurando todas as condutas separadamente. O delegado informou ainda que o Ministério Público do Acre também está acompanhado o caso e que vão investigar ainda as condições do relacionamento, uma vez que o namorado é maior de idade.

Em até 10 dias o pai deve se apresentar no Conselho Tutelar de Cruzeiro do Sul. (Foto: Polícia Civil)

Leia também: Servidor público investigado por estuprar menina de 12 anos é preso