Pular para o conteúdo
Na Câmara de Rio Branco

Profissionais da Educação fazem novo protesto por abono salarial

Profissionais que ficaram de fora do pagamento pedem apoio dos vereadores para receberem o benefício. A primeira parcela do abono salarial dos professores sairá no próximo dia 20, segundo a Prefeitura Municipal de Rio Branco

(Foto: Dell Pinheiro)

Um novo protesto dos profissionais da Educação municipal que ficaram de fora do pagamento do abono salarial foi realizado, na manhã desta terça-feira, 14, em frente à Câmara Municipal de Rio Branco. Eles querem obter apoio dos vereadores para que também recebam o abono, no valor de R$ 9,5 mil.

Nesta segunda-feira, 14, o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, anunciou que a segunda parcela do 13° salário, o salário de dezembro dos servidores e também da primeira parcela do abono dos professores serão realizados na próxima segunda-feira, 20 de dezembro, tanto para os servidores como também para os professores.

Somando a folha de pagamento, no valor de R$ 29 milhões, mais R$ 14 milhões da segunda parcela do 13° e também R$ 7 milhões da primeira parcela do abono, a injeção de recursos na economia da capital, no mês de dezembro, chega a R$ 50 milhões.

“Não só os servidores estão felizes, mas especialmente o comércio local fica mais feliz ainda. São mais recursos injetados na economia, e quando o dinheiro, a riqueza circula, todos tiram um pedacinho dela, sempre digo isso. É muito importante que a gente tenha realmente esse recurso colocado aos nossos servidores e não tenho dúvida nenhuma que isso vai para o comercio e vai gerar muitos empregos, muitos trabalhos. O importante é isso, é um final de ano em que a economia ser bastante aquecida”, ressaltou o prefeito.