Pular para o conteúdo
esporte

Acreano pede apoio para participar de seleção nacional que irá definir representante do Brasil no Pan Americano de Boxe Chinês

Lutador profissional com inúmeras medalhas, Enoque Kennedy conta com apoio de amigos e familiares para conquistar seu sonho, mas precisa de mais apoio

O atleta acreano Enoque Kennedy Ferreira, atual campeão brasileiro de Boxe Chinês na categoria 85kg, concedeu entrevista à rádio Gazeta FM 93, em que conta detalhes sobre sua ida ao campeonato que irá selecionar quem irá representar o Brasil no Pan Americano de Boxe Chinês.  Para chegar à seletiva, no entanto, ele pede apoio de patrocinadores, um dos maiores desafios para esportistas de todo o Brasil.

O evento será neste final de semana, mas Kennedy viajará, nesta quinta-feira,12, em destino a Brasilia, e representará o Acre na disputa Pan Americana. Ele é único atleta do Estado na competição.



“Eu tenho que pagar hotel, passagem, ficha de inscrição, tudo é por minha conta, se eu tivesse um empresário para ajudar, eu traria mais títulos, com toda certeza, preciso de alguém que me empurre para frente, às vezes não participo da competição por conta disso, estou preparado, mas não tenho ajuda de nada, e aí o Acre fica de fora, muita gente não conhece o Acre por causa disso”, lamenta ele.

Ele conta que quem o ajuda são amigos e familiares “Quem me ajuda, são só amigos, e minha mãe, não tenho dinheiro pra minha suplementação, é muito difícil um apoio aqui no Estado. Quero agradecer a Deus e a meus amigos, pois, graças a eles, estou conseguindo participar da seletiva”.

error: Conteúdo protegido!!!