Médicos em Cruzeiro do Sul descobrem que criança de dois anos era estuprada pelo padrasto

Um crime revoltante foi descoberto por médicos do Hospital Geral do município de Cruzeiro do Sul durante uma consulta.

A mãe levou a filha de dois anos de idade ao Hospital afirmando que a criança havia caído e estava com febre. O médicos plantonistas desconfiaram e resolveram examinar a criança com muita calma e descobriram que a menina teria sido vítima de abuso sexual supostamente praticado pelo padrasto um adolescente de 16 anos.

Segundo informações a mãe da criança tem 29 anos, e reside no município de Guajará-AM, na companhia de seis filhos e o atual marido de apenas 16 anos de idade.

Os médicos denunciaram o caso ao delegado Odilon Neto, que de imediato determinou a detenção da mãe e durante depoimento a mulher contou ao delegado que não havia notado nada de anormal na filha, ela disse também que quando sai para trabalhar deixar as crianças na companhia do padrasto.

O delegado Odilon Neto iniciou as investigações em Cruzeiro do Sul, mas terá que transferir o caso para a polícia do Amazonas, estado em que reside a criança vítima e o padrasto possível suspeito do crime contra a criança.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation