“Não estou prendida a pesquisas”, diz Marina sobre as eleições de 2010

cafe-marina
A senadora Marina Silva (PV) realizou na manhã de ontem, 23, um culto e café-da-manhã no Pinheiro Palace Hotel para prestar contas de seu mandato e falar de seus projetos políticos.

Estavam presentes lideranças políticas, inclusive o governador Binho Marques, pastores, empresários e profissionais da imprensa.

Na pregação do pastor Roberto Casas, da Igreja Batista do Bosque, vários pastores oraram na cabeça de Marina Silva e do governador e fizeram preces pelas autoridades do Estado e do país.

Após pregações, orações e cantos religiosos, Binho Marques falou das ações de seu governo e disse que o momento era ”bonito”. ”Esse momento deveria acontecer todos os dias”, afirmou.

Binho declarou que sempre teve relação de proximidade com Marina e que a amizade dos dois não teria se abalado com a troca de partido da colega. ”Quero pedir perdão a Deus pelos erros e a todos os acreanos, pois somos humanos e muitas vezes falhamos”, comentou. “2010 será o melhor ano. Estou grato a Deus, a vocês e a Marina. Muitas vezes eu e Marina brigamos, ela até nos abandonou no PT, mas eu te amo, Marina. Você é a pessoa mais querida do Brasil. Se Deus quiser, estaremos bem velhinhos juntinhos”.

Marina Silva estava em uma mesa ao lado de uma filha e do marido e ficou visivelmente emocionada. Depois do discurso, os dois se abraçaram e foram aplaudidos pela platéia.

Na vez da fala de Marina, ela leu citações bíblicas e falou sobre as três tentações enfrentadas por Jesus Cristo no deserto. ”As tentações contra nós são muitas, por isso devemos saber fazer escolhas certas. Vimos escândalos em Brasília de pessoas orando após receber propina, mas aquilo são abismos”.

Segundo ela, ”existem alguns momentos para deixar, para poder ficar”, referindo-se à sua desfiliação do PT. ”Com a minha candidatura, o Brasil acordou para o desenvolvimento sustentável. Temi em sair do PT, mas entendi que não podemos ser fincados ao passado”.

A senadora destacou que a causa ambiental estava ”pulverizada” e que sua missão seria agregar os movimentos de defesa do meio ambiente. ”Não estou prendida a pesquisas. Quando fui candidata ao Senado, comecei com 3%, mas terminei com 65%”.

Ao final de seu discurso, Marina criticou seu antigo partido e registrou que desejava ter uma campanha limpa. ”Continuo apoiando a Frente Popular no Acre. Que pena que o PT não integrou a prática do Acre. Saí do PT, mas não quero dizer qualquer coisa na campanha, dizendo injustiças. Quero falar das necessidades”.

Binho diz que não tem amizade com Dilma, mas vai apoiá-la

Em declaração à imprensa, o governador Binho Marques disse que não tem amizade com Dilma assim como se relaciona com Marina Silva, porém enfatizou que a ministra do PT é de seu partido e que deve apoiá-la. ”A minha amizade continua com Marina. Ela é umas das pessoas que amo, mas somos de partidos diferentes”, concluiu. (Contilnet.com.br)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation