UNANIMIDADE

É inquestionável a superioridade do Ford Focus frente aos outros modelos de sua categoria. Vencedor da maioria das comparações do qual participou em 2009, no final do ano o carro abocanhou também o prêmio de Melhor Carro Nacional concedido pela Associação Brasileira de Imprensa Automotiva (Abiauto) e o prêmio de Melhor Carro da Década, pelo CAP, órgão britânico independente que representa diversas empresas do ramo automobilístico na Europa.
***
Segundo Mark Norman, presidente do painel de jurados da CAP “O Ford Focus satisfaz todos os critérios para o consumidor exigente que procura um verdadeiro carro familiar de cinco lugares”. Aqui no Acre o empresário Tião Nemetala confirma a preferência dos clientes da FORD Novesa pelo carro.
***
Aproveite e faça um Test Drive para ver de perto a diferença.

JACAOPO 
B-DAY

Foi para comemorar sua idade nova que dia 14 a empresária Melany Takashima juntamente com a filha Mariama Almeida (1), reuniu amigos em seu restaurante, servindo delícias da culinária japonesa que fazem parte do bem elaborado cardápio do Restaurante Shirakawa. Entre os presentes estava o desembargador Arquilau Melo e sua esposa, a psicóloga Rejane Ferrari (2), o procurador de Justiça, Cosmo Lima de Souza (3) e o casal de comunicadores Jocely Abreu e William Crespo (4).  
   
B-DAY 2
Na emocionante homenagem oferecida, dia 15, pela equipe de governo e funcionários da prefeitura em comemoração antecipada ao aniversário do prefeito em exercício Eduardo Farias, com direito a música ao vivo, a presença de inúmeros amigos e familiares como a esposa Samara e os filhos Letícia e Felipe (5) e os secretários municipais Prof. Rêgo, Jackie, Janete, Evandro, Ricardo, Oteniel, Wolvenar, Pereira e Pascal (6). 

BODAS
Aconteceu no dia 8 de janeiro, na Igreja Santa Inês, a missa de celebração das Bodas de Ouro do casal Henrique e Terezinha Gallo (7). Após a cerimônia religiosa, os convidados foram recepcionados no Buffet Samia, dando continuidade à festa, organizada pelos filhos Geralda, Ligia, Manoel, Henriqueta e Henriete.

CURTAS

* O mais recente artigo sobre os geoglifos escrito pelo trio de pesquisadores Denise Schaan, Martti Pärssinen e Alceu Ranzi e publicado pela revista científica inglesa Antiquity está repercutindo na mídia mundial.
* Entre os pontos altos do estudo estão o uso do Google Earth como ferramenta para o levantamento dos mais de 250 geoglifos descobertos e a revelação de novas e complexas estruturas de terra em Boca do Acre/AM.
* O teor do artigo rendeu matérias em diversos jornais e revistas de todo o mundo, entre eles, os jornais inglês The Guardian e The Times e a revista National Geographic, além do interesse de redes de televisão de produzir programas e docu-mentários sobre o assunto.
* Com fotos do experiente fotógrafo Edison Caetano, o trabalho pode ser acessado pela internet. Para facilitar a vida dos interessados, os links do artigo e das matérias publicadas foram disponibilizados no sítio www.geoglifos.com.br.
* E em 2010, para celebrar a marca de 5 anos no ar e mais de 20000 visitas, o designer Denison da Luz, responsável pela criação do site, avisa que o mesmo será totalmente reformulado buscando maior interatividade com o público e facilidade no acesso às informações.
* Até o final do mês a Casa de Leitura Chico Mendes apresenta o projeto Poetas Nacionais cuja intenção é divulgar as obras de poetas brasileiros como Castro Alves, Drummond de Andrade e Cecília Meirelles.
* Com atividades diárias, o espaço traz ainda clássicos da leitura, brincadeiras populares e contação de histórias e lendas, de segunda a sexta, das 8 às 18h e sábado e domingo, das 13 às 17h.    
* Parabéns aos aniversariantes da semana, a simpática Nazle Maria Feres (12), a empresária Sylvane Gadelha (13), o modelo Aídono Belmont (15), e o estudante Bernardo Araújo (15). 
* Bom dia, domingo! Até quinta-feira.

 Eu sou normal?
“Você alguma vez já se fez a pergunta “eu sou normal?”. Se ainda não, experimente, olhe-se, perceba-se sinceramente. Entre tantas dimensões que há para se compreender na vida, uma das mais difíceis é entender o que é ser “normal”. Acredito que desde que os seres humanos iniciaram uma vida em sociedade, e os direitos e deveres passaram a existir, surgiu junto a necessidade de um norteamento do livre-arbítrio através de regras sociais. Foram então sendo criadas leis, escritas ou não, para definir o padrão de normalidade que iria reger cada grupo social. Sem elas não haveria hoje civilização. Compreendo que não há um conceito absoluto de normalidade, e sim ângulos de visão do que é o normal, que são perceptíveis de acordo com distintas óticas, tais como: individual, social, cultural, econômica, política, racial, ideológica, religiosa etc. Cada nível vê a normalidade conforme sua consciência e interesses. Por estas razões, um comportamento que é normal em um país, em outro pode não ser. Até em um mesmo local, dependendo da época, o que é normal pode se transformar em anormal ou vice-versa. Por exemplo, o que pensaria a sociedade carioca, se em 1900 aparecesse uma moça de biquíni fio dental na praia de Copacabana? Hoje é normal. Quem tem plena lucidez para dizer que é 100 % normal? Eu posso até achar que sou normal, mas será que o meu vizinho também acha que sou? Caetano Veloso pegou um pouco da essência deste questionamento quando diz “… de perto ninguém é normal…” Ou seja, olhando bem de pertinho (para alguns não precisa nem tanto) todos têm manias e esquisitices, que devidamente caracterizadas seriam patológicas. Aprendemos, no entanto, a conviver com nossas neuroses, e com alguns de nossos semelhantes, sendo que as deles sempre são maiores que as nossas, e tornamo-las parte da normalidade. As mais graves, as que incomodam “o bem-estar geral”, as leis sociais mandam para os terapeutas, presídios e manicômios”.
Colaboração de Gilvan Almeida
[email protected]
www.gilvanalmeida.blogspot.com

Assuntos desta notícia


Join the Conversation