Em 2009, 133 pessoas morreram em acidente de trânsito no Acre

Levantamento estatístico da Gerência de Engenharia de Trânsito do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/Acre) revela que no ano de 2009 mais pessoas morreram vítimas de acidente de trânsito que no mesmo período do ano passado.

Durante o ano de 2008 foram registrados 126 mortes em acidente de trânsito em todo o Estado. Neste ano o número subiu para 133 mortes.

Nos últimos dez anos o índice de mortes causadas por acidente de trânsito tem aumentado. Apesar de todas as campanhas realizadas pelos órgãos responsáveis pela segurança no trânsito, o número só tem crescido a cada ano.

Em 1999 foram registradas 57 mortes por acidente de trânsito. Em dez anos este número aumentou mais de 100 por cento.

O consumo de bebida alcoólica ao volante continua sendo a principal causa dos acidentes com vítimas e sem vítimas fatais. Somada à imprudência, excesso de velocidade e não obediência à regra do trânsito.

A média de idade das vítimas de acidente de trânsito é de 19 a 30 anos. As pessoas do sexo masculino lideram a macabra estatística de mortes no trânsito da Capital e interior.

Além das vítimas fatais a Gerência de Engenharia de Trânsito do Detran/AC possui levantamento estatístico que demonstra que no ano passado 2.082 pessoas foram vítimas de acidente de trânsito não fatal. Neste ano, esse número caiu para 1934, ou seja, 48 a menos que em 2008.

Outro dado aponta que o número de acidentes de trânsito sem vítimas diminuiu entre os anos de 2008 a 2009.

No ano passado foram contabilizados 3.538 acidentes de trânsito sem vítimas. Em 2009 foram registrados 3.340, ou seja, 198 acidentes sem vitimas a menos que no mesmo período do ano passado, entretanto o número de mortes é maior.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation