Pular para o conteúdo

Mulher é presa por não pagar corrida de táxi

A dona-de-casa Patrícia Ramalho Santos, 32 anos, foi presa na tarde de ontem, após contratar o serviço de um taxista, “rodar” por vários bairros da cidade e ao chegar ao destino final, bairro Mauri Sérgio, informou ao taxista Pedro Pereira de Andrade, 44 anos, que não tinha o valor de R$ 55 da corrida.

O taxista chamou policiais militares que conduziram a mulher até a Defla, onde Patrícia alegou ter sido expulsa de casa e não tinha para onde ir, por isso resolveu pegar um taxi.
A mulher transportava uma “trouxa” de roupas, um aparelho de som e uma pequena televisão que ela afirmou ser tudo que ela possui.