Alto Acre monta “operação de guerra” por bolivianos

Até a última sexta-feira nenhum dos jogadores estrangeiros do Alto Acre FC haviam sido liberados pela CBF, mesmo assim a diretoria do clube trabalhavam nos bastidores e inclusive junto a própria Confederação para ter seus atletas bolivianos contra o Independência, neste domingo, às 17h30, no Arena.

“A expectativa é que deva sair hoje e como tudo é on-line, devemos ter o encaminhamento da CBF nas próximas horas”, ressaltou confiante o secretário de Esportes de Epitaciolândia e um dos diretores do Alto, José Ivonaldo. Os jogadores são: goleiro René, lateral, Duri, meio campo Pedro e os atacantes Edgar e Mercado.

Antecipando isso, o técnico Júlio César confirmou que durante o treino, testou as duas formações. “Caso consiga essa liberação teremos uma equipe mais ofensiva, mas caso contrário temos um grupo forte, com bons jogadores”, salienta.

Sem adiantar muito quais as mudanças, isso sem a liberação dos estrangeiros, Júlio assegurou que haverá. Uma delas é a entrada do meia Angel, que entrou bem contra o Atlético, substituindo Gil. “Podemos atuar tanto no 4-4-2, como no 4-3-3, isso sem mexer com os jogadores, tudo depende do adversário e os primeiros 15 minutos”, explicou o técnico.

Negociação – No Alto Acre há pouco mais de 50 dias, o técnico Júlio César vem sendo sondado por equipes do Sul do país, bem como do futebol venezuelano. “Recebi proposta para agora e outras melhores para o futuro, mas isso já foi repassado para a direção do Alto Acre, pois não existe nada escondido”, afirmou o técnico. “Agora tudo que quero pensar é em vencer e tentar o G4”.

 

 

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation