Homem acusado de homicídio é preso pela Polícia Civil da fronteira

Policiais civis do município de Epitaciolândia, fronteira com a Bolívia e distante 245km de Rio Branco prenderam na tarde de quinta-feira, 25, no bairro Liberdade, o pintor Manoel Lopes, 49 anos, foragido da Justiça desde 2008, acusado de matar a golpe de faca Raimundo Nonato da Silva, 23 anos.

sorrindo_1

Segundo informações da Polícia, ao ser preso Manoel contou que após cometer o crime ele fugiu para a Bolívia, onde ficou por alguns meses, em seguida retornou para o Brasil, onde ficou na capital Rio Branco mais alguns meses, e acreditando que a Polícia não teria descoberto que ele seria o autor do homicídio resolveu retornar para Epitaciolândia.

Ao ser preso Manoel Lopes confessou o crime, mas alegou que agiu em legitima defesa.

Lopes contou que na noite do crime, ele e a vitima consumiram muita bebida alcoólica e entorpecentes e na madrugada discutiram quando Raimundo Silva de posse de uma faca teria tentando matá-lo.
Após uma luta corporal ele conseguiu tomar a faca da vítima e desferiu um golpe no peito de Raimundo que morreu no local do crime.

Manoel fugiu da Bolívia após acusação de estupro

Segundo informações da Polícia, Manoel Lopes, saiu da Bolívia foragido, ele estava sendo procurado pela polícia boliviana acusado de estupro. Crime considerado hediondo pelos bolivianos cuja pena mínima são 30 anos de prisão. (oaltoacre.com)

sorrindo_2

Assuntos desta notícia


Join the Conversation