Jorge Viana anuncia desligamento da Helibras

O ex-governador Jorge Viana anunciou a sua desincompatibilização do cargo de presidente do Conselho de Administração da Helibras (Helicópteros do Brasil S.A.) para o dia 31 deste mês, próxima quarta-feira. Cogitado como um dos nomes mais prováveis para representar o Acre no Senado Federal, o petista abandona a função que impediria a sua candidatura com a consciência do dever cumprido e o respeito dos principais diretores da fabricante de helicópteros.
Helibras
De acordo com Jorge Viana, o motivo para o desligamento da empresa é o retorno à política local e, acima de tudo, para os seus compromissos com o desenvolvimento do povo acreano. “Estou deixando um projeto muito importante na minha vida para assumir um compromisso ainda maior de ajudar a minha terra a continuar se desenvolvendo. A política é uma opção de vida muito importante para mim, por isso, eu quero me dedicar por inteiro aos grandes desafios do meu retorno à este meio, já que estou há quase 8 anos fora das disputas”, comentou ele.

Na sexta-feira da semana passada (19), durante uma cerimônia para anunciar a ampliação da fábrica de Itajubá/MG da Helibras, o político acreano já começou a se despedir dos maiores amigos na companhia, recebendo até uma placa que o parabeniza pela dedicação e esforço do seu trabalho.

E não é para menos! Após 2 anos e 7 meses à frente do cargo, Jorge Viana viu a Helibras se consolidar como maior fabricante de aeronaves rotativas da América Latina, tornando-se também uma das maiores do mercado mundial. A empresa vive um momento totalmente novo. Já produziu mais de 500 modelos esquilos e agora, com a fábrica em Itajubá/MG, ela produzirá o EC 725 da Eurocopter, que carrega até 25 pessoas e é um dos mais modernos do mundo. “É um projeto de 1,9 bilhões de euros (R$ 5 bi), que torna a empresa a 3ª maior fabricante da Eurocopter”, destacou Jorge. 

Mas não foi só a Helibras que progrediu neste período. Conforme o petista, ficar tanto tempo na presidência do Conselho de Administração da companhia aumentou, e muito, a sua visão sobre o mundo privado e, sobretudo, sobre administração de recursos. “Eu me sinto hoje um político mais completo e eu sei que posso usar grande parte de tudo de novo que eu aprendi para compartilhar com o povo acreano”, completou.

Novos desafios: eleições mais éticas e aposta na renovação
Como todo retorno precisa de bons desafios, Jorge Viana conta que entre as duas maiores missões para este novo momento da sua vida estarão a busca de um modelo mais ético de política e a aposta na renovação de pessoas, idéias e propostas ao Estado. Segundo ele, a atual gestão de Binho Marques está superando todas as melhores expectativas que alguém poderia ter feito em 4 anos. “Por tal razão, agora é hora de mais uma vez nos unirmos para dar continuidade a este e a novos projetos. Não podemos envelhecer nas idéias. Temos de renovar, e fazer isso de forma limpa”, concluiu.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation