Pular para o conteúdo

Pesquisa é referência para candidatura,diz Petecão

candidatura
O deputado Sérgio Petecão (PMN) voltou a defender,ontem em Brasília, as pesquisas prévias de opinião pública como derradeira e definitiva referência para indicação das candidaturas majoritárias das oposições no Acre.Segundo o deputado, as pesquisas são a forma mais democrática,transparente e sinalizadora das candidaturas de verdadeiro respaldo popular que podem servir de autêntica opção “para que a população de nosso Estado possa transformar em realidade esta vontade de mudança que vem demonstrando em todos os níveis”.

A convite da comunidade local,o deputado acreano pelo PMN esteve fazendo um giro no Vale do Juruá no último final de semana.Em visita Unidade de Saúde do Projeto Santa Luzia,em Cruzeiro do Sul,o deputado pôde constatar o que chamou de “situação precária e de abandono que a saúde do interior enfrenta,bem diferente da propaganda oficial que propala enganosamente um sistema de saúde de Primeiro Mundo”.Em meio à falta de médicos,medicamentos e equipamentos básicos implementação da saúde preventiva e tratativa,o deputado ouviu queixas e pedidos de apoio,”de uma população que não tem vez nem voz e precisa de alguém que denuncie esta situação”.

Durante a visita às comunidades do Juruá, o deputado foi uma vez mais estimulado a reforçar sua candidatura ao Senado Federal,como forma de servir de instrumento para levar as reivindicações e demandas da população local. Estas comunidades ,de acordo com o deputado,”estão cansadas de servir de massa de manobra política sem ver seus problemas resolvidos pelo Poder Público”. Para o deputado, o interior exige respostas efetivas para problemas antigos,”e não mais promessas ou paliativos que só fizeram piorar a situação do lugar”. Por isto mesmo, segundo o deputado, é no interior onde a disposição de mudança é mais visível,”até como forma de buscar a todo custo  soluções para problemas difíceis e urgentes”.

O deputado voltou a defender a união das oposições acreanas como unida forma de derrotar a Frente Popular,”e fazer retornar ao Acre os ventos da liberdade e do direito de opinião,sem o que não existe democracia”. Petecão reconheceu a iniciativa do PMDB de lançar seus pré-candidatos este final de semana,mas lembrou que a oposição só vai ter chances reais de vitória em nível majoritário,se marchar unidade e de candidato de consenso. E lembrou que as oposições no Acre têm nomes de experiência,talento e densidade eleitoral suficientes para mudar a atual correlação de forças desde que estejam abertas ao dialogo e a negociação.Caso contrário,”a situação ganhará uma vez mais de uma oposição despreparada,desunida e desintonizada das exigências do momento político”. (Assessoria)