Tião Viana firma compromisso com setor elétrico

Em reunião realizada na manhã de ontem, representantes do Sindicato dos Urbanitários do Acre e o senador Tião Viana (PT) colocaram na mesa de debates a reformulação do sistema brasileiro de eletricidade. Com a reformulação da Eletrobrás, que ganhou o status de super-estatal, todo o sistema elétrico será federalizado. A principal preo-cupação dos sindicalistas, óbvio, é com a manutenção dos empregos.
tiao-sindicato-luz
A preocupação maior é com uma possível transferência do serviço de 0800 da Eletroacre para ser realizado em outra região do país. “Caso isso [a transferência] aconteça vão ser mais de 60 empregos que o Acre perderá”, diz Marcelo Jucá, presidente dos Urbanitários. Do senador Tião Viana, os sindicalistas receberam a garantia de intervenção junto à direção da empresa em Brasília.

“Que esses empregos não migrem para cidades como São Paulo, Rio de Janeiro ou Brasília”, pondera o senador. Além disso, a reunião debateu os investimentos para a melhoria no processo de fornecimento de eletricidade para o Acre, que desde o ano passado faz parte do SIN (Sistema Interligado Nacional). “O governo Lula aponta que é melhor manter público os mecanismos de fornecimento de energia no Norte”, pondera Tião Viana.

Para o senador, a atual reformulação do sistema, mas mantendo-se estatal, é essencial para o desenvolvimento estratégico da região, e a manutenção dos empregos. Da mesma opinião compartilha Jucá, para quem o novo modelo da Eletrobrás irá trazer muitos benefícios para o Acre. “O sindicato busca manter as empresas públicas, mas sempre mantendo um serviço de qualidade”.  

Assuntos desta notícia


Join the Conversation