Rio Acre sobe novamente e fica a 32 cm da cota de alerta

Marcado pelas oscilações, o nível do Rio Acre voltou a subir 38cm na madrugada de terça (6) para ontem (7) e alcançou os 13,18 metros. Com tal cheia, o rio aproximou-se mais ainda da cota de alerta da Capital (13,50 m), ficando a apenas 32 cm. O motivo para as cheias desta semana foram as chuvas de 81,5 mm que caíram sobre o Estado, em especial as cabeceiras, nos primeiros 5 dias deste mês. Tal volume foi tão grande que já representa 44,20% do total (184,4 mm) deste mês e levou o rio a subir mais de 2,5 m.
Rio-ACRE-PONTE
Contudo, apesar da alta o coronel José Ivo, secretário executivo da Defesa Civil estadual (Cedec/AC), estima que o rio agora apresente um quadro mais estável para os próximos dias. É que o volume de água nas cabeceiras está baixando e a previsão do tempo para esta semana é de poucas (ou mesmo nenhuma) chuvas.

“É bem provável que o nível do Rio Acre se estabilize novamente e comece a descer a partir deste momento. Estas frentes frias já começam a dar indícios do final do período de chuvas e os níveis nas demais cabeceiras começaram a cair. De terça para ontem, a queda de Assis Brasil foi de 90 cm (11,10 m) e Xapuri foi de 15cm (10,77 m). Só no Riozinho do Rola é que o nível se manteve em 11,10m”, destacou o coronel.

Apesar da despreocupação da Defesa Civil estadual, quem já está em estado de alerta são os moradores de algumas áreas de risco de Rio Branco, onde a água do rio já começou a atingir parte do quintal de várias casas.

Cruzeiro do Sul e Sena Ma-dureira – A respeito da situação de transbordamento do Rio Juruá (13 m), o secretário executivo da Cedec garantiu que o volume já começou a se estabilizar. Inclusive, o rio teve queda de 7 cm de terça para ontem (7) e fechou o dia com 13,4 m. Assim, 15 famílias (79 pessoas) continuam desabrigadas. Em Sena, o rio baixou mais e já saiu da cota de alerta. Em breve, as 4 famílias desalojadas (estão com parentes) devem retornar para casa. Nos demais municí-pios, a situação está normal.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation