Executivo e Judiciário param hoje; banco tem horários diferentes

As instituições públicas e privadas vão ter seus horá-rios de expediente diferentes neste dia de jogo da Seleção Brasileira. No meio da semana o Palácio Rio Branco já tinha informado que decretaria ponto facultativo hoje. Com exceção dos serviços de utilidade pública como hospitais, polícia e bombeiros, os órgão estaduais não vão funcionar.

O Poder Judiciário também suspendeu seu expediente. O Tribunal de Justiça disciplinou seu horário de funcionamento em jogos da Seleção por meio da portaria número 91. Para as partidas que acontecem pela parte da manhã, foi decretado ponto facultativo. Com o avanço do Brasil para a próxima fase, o TJ assim disciplinou os trabalhos: Com o Brasil líder do Grupo G, o jogo seria pela parte da tarde na próxima fase. Os tribunais funcionariam das 8h às 13h. O mesmo horário será cumprido no dia 6 de julho caso a Seleção avance às quartas de final. O Tribunal Regional do Trabalho também ficará de portas fechadas hoje. Já durante as partidas da tarde os servidores trabalharão das 7h30 às 13h30.

As horas de trabalho enforcadas por conta do jogo serão repostas até o final de julho. No Ministério Público Federal os serviços serão retomados às 13h e seguem até às 19h. Os bancos também funcionam, mas em horário diferente do padrão. As agências hoje abrem duas horas mais cedo. Das 7h às 9h30 o atendimento é normal. Os serviços são suspensos até às 12h30h, e encerram-se às 15h30.

A Receita Federal vai estar disponível na primeira parte das 8h às 9h30. Os trabalhos voltam a partir das 14h e vão até 16h30. As agências dos Correios ficam abertas até 9h30, fecham para o jogo, e voltam às 14h.
 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation