Seme promove abertura do II Fórum Municipal de Educação

A solenidade de abertura do II Fórum Municipal de Educação foi realizada na última quarta-feira no Teatro Plácido de Castro e contou com a participação de autoridades das áreas de Educação e Cultura do município, além da presença de alunos, professores e diretores das escolas municipais de Rio Branco.

Durante 2 dias de encontro serão realizados debates à respeito das mudanças para a escola no século XXI, no que diz respeito à leitura e a escrita, além de, incentivar a iniciação das crianças no universo da leitura. O objetivo é despertar nos participantes o interesse pela leitura nas suas mais variadas formas e meios, destacando a importância da prática para a mudança de comportamento da sociedade.

Os participantes do evento contam com um espaço destinado às escolas para apresentarem experiência e projetos de leitura que são desenvolvidos no meio escolar. Para o secretário municipal de Educação, Moacy Fecury, essa é uma oportunidade da comunidade conhecer o trabalho que é feito pela Secretaria Municipal de Educação (Seme) em prol da qualidade em Educação de Rio Branco.

“O Fórum é um espaço para trocarmos experiências, onde podemos mostrar à população todo o nosso zelo não só com a Educação de uma forma geral, mas todo o trabalho de incentivo à leitura que é feito em todas as escolas. O fórum é uma oportunidade de fazer com a comunidade participe do processo educacional do município, onde as experiências são trocadas”, argumenta.

Na oportunidade o prefeito Raimundo Angelim destacou a importância da leitura e da escrita na formação de cidadãos pensantes e agentes de sua própria história.

“Temos o compromisso de promover a inclusão de todos no meio escolar. Ler e escrever são direitos de todos e é dever da escola possibilitar a realização deste processo aos seus alunos. A escola é o espaço de incluir os excluídos pela sociedade e pelo mundo, é o espaço de gerar sonhos e colaborar para a realização deles. Não podemos e não devemos negar o ensino e esse é o nosso foco no intuito de melhorar cada vez mais a qualidade da Educação da nossa cidade”, pontua.

De acordo com a palestrante e ex-ministra de Educação do Equador, Rosa Maria Torres, o debate será proposto a fim de incentivar os educadores a se aproximarem das novas mídias como forma de aproximar os alunos da leitura.

“Vamos discutir as mudanças que houveram no mundo e na forma das  pessoas lerem no mundo. Sofremos muita influência das novas tecnologias, hoje em dia se lê muito, mas com baixa qualidade. É isso que vamos propor, o uso da internet e de outras inovações para incentivar a boa leitura”, destaca.

A psicóloga e doutora em comunicação pela USP, Ana Maria Falcão, fala à respeito da impressão que teve do sistema de educação adotado pela Seme e sobre a forma como sua palestra pode acrescentar ao trabalho que vem sendo realizado pela Prefeitura de Rio Branco.

“O que podemos definir a educação não só em Rio Branco, mas no Acre como um todo como ‘parceria’, onde Estado e município trabalham juntos pelo crescimento educacional da população. É essa nossa proposta, promover a interação do sistema para que os trabalhos formem um ciclo de valorizando a Educação”.

As palestras tem como tema: Palestra – “Leitura e escrita no séc. XXI: o que muda para a escola?” de Rosa Maria Torres e “O leitor é, antes de tudo, um sujeito que nele se esconde e se revela – Alguns cuidados pedagógicos necessá-rios” de Ana Maria Falcão.

O evento que é uma realização da Secretaria Municipal de Educação (Seme) com o apoio da Secretaria Estadual de Educação (SEE), Fundação Elias Mansour (FEM), Fundação Garibaldi Brasil (FGB), Centro de Multimeios, Teatrão e Sebrae. (Ascom PMRB)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation