Omissão inaceitável

Boa iniciativa essa primeira manifestação realizada anteontem aqui na Capital contra as drogas. Atraiu um número considerável de participantes e serviu sim para chamar a atenção das autoridades e da sociedade.

Contudo, não basta para prevenir e combater esse verdadeiro flagelo que vem cada vez mais assumindo proporções alarmantes, trágicas.

No caso do Acre, ainda não é o crack a droga mais usada e disseminada. Pela proximidade com os países vizinhos produtores, a pasta-base de cocaína e mesmo a cocaína pura ainda são as mais usadas e comercializadas. Como também a maconha.

Além dessas manifestações, é de esperar uma ação mais eficaz e mesmo enérgica das autoridades tanto educacionais como policiais.

O que se vem observando não só aqui, mas, sobretudo, em outras capitais e cidades pelo país afora é uma tolerância e omissão inaceitáveis com os pontos de venda e consumo. Todo mundo sabe que existem, onde e como funcionam, mas pouco ou nada se faz para desativá-los. Dá-se como normal e parece ser “chic” que cada cidade tenha a sua “cracolândia”.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation