Uma moto ou uma vida

Mais uma vida perdida por muito pouco. Desta vez dois rapazes, um de 25 e outro de 26 anos, pagaram com a vida por um crime tolo. Roubaram uma moto. Minutos depois, na fuga pela Avenida Amadeo Barbosa, eles bateram em alta velocidade. O homem que pilotava a moto morreu na hora. O outro ficou gravemente ferido. Entre a vida e a morte.

E agora fica a pergunta: valeu a pena? Você daria sua vida em troca de uma moto?

Roubos e furtos estão se tornando banais na cidade. Facilitaram demais, por tempo demais, para os ladrões. Tanto que, após algumas investidas com sucesso, eles passaram a achar que a sorte nunca sairia do seu lado. Não é bem assim. As consequências de alguns roubos pequenos podem fugir do controle. Uma imprudência pode trazer a morte prematura.

A polícia está reagindo. Até a sociedade em geral já não é mais tão tolerante a bandidos.

Por conseguinte, fato é que, uma ou outra vez, o crime pode até compensar para os mais malandros. Só que, quando tudo dá errado (e mais cedo ou mais tarde isso acontece), o preço que se paga é a própria vida. Uma grande ironia, porque certamente milhares de pessoas doentes dariam 100 motos por uma circunstância diferente em suas vidas.

Assuntos desta notícia