Pular para o conteúdo

Irritantes e abusivos

Essas interrupções de energia elétrica ou “apagões”, atingindo o Acre, Rondônia e até parte de Mato Grosso, estão se tornando cada vez mais frequentes, abusivos e, sobretudo, prejudiciais às atividades econômicas, além dos transtornos ao cotidiano das pessoas.

Ontem mesmo, no começo da tarde, o Acre foi castigado durante mais de uma hora por um desses “apagões”, sem contar que parte da Capital já havia ficado sem energia por problemas locais em uma rede, durante a manhã.



Diante dessa repetição, dirigentes das empresas operadoras e distribuidoras precisam averiguar as verdadeiras causas que estão provocando esses blecautes e tomar as devidas providências.

É inaceitável que o Acre, como os estados vizinhos, regridam no tempo neste setor. Energia elétrica é fator determinante para a atividade econômica. Como, atualmente, todas as atividades estão interligadas, sem ela, tudo para, provoca prejuízos, muitas vezes, a queima de equipamentos, perda de insumos e outros prejuízos.

Além do que, este é o tipo de transtorno irritante, que afeta ainda mais a imagem de um governo que já está desgastado por outros indicadores como a inflação e juros altos e precisa se recuperar diante da opinião pública.

error: Conteúdo protegido!!!